Rio de Janeiro Covid-19: RJ prevê início de campanha de vacinação em março 

Covid-19: RJ prevê início de campanha de vacinação em março 

Secretário de Saúde informou que o Estado vai receber 8 milhões de seringas, que garantem a imunização de cerca de 3,4 mi de pessoas na primeira fase

  • Rio de Janeiro | Mariene Lino, do R7*

O secretário Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Carlos Chaves, divulgou nesta quinta-feira (10) que o início da campanha de vacinação contra a covid-19 está previsto para março de 2021.

Estado deve comprar vacina desenvolvida pela AstraZeneca

Estado deve comprar vacina desenvolvida pela AstraZeneca

Dado Ruvic/Reuters - 31.10.2020

A informação foi dada na segunda reunião da audiência pública da Comissão de Saúde da Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro).

Leia também: Niterói anuncia acordo para compra de 1,1 mi de doses da Coronavac

Segundo Chaves, o Estado vai receber oito milhões de seringas até o mês de janeiro, o que vai garantir a primeira fase de imunização para cerca de 3,4 milhões de pessoas.

Ele afirmou que o Estado já conta com o total de 16 milhões de seringas, e que o número será suficiente para aplicar duas doses a grupos prioritários, que incluem profissionais da saúde, pessoas com doenças preexistentes e população privada de liberdade.

"Em janeiro, devem chegar as outras oito milhões de seringas. A nossa previsão é começar a campanha de vacinação em março. Ela ocorrerá em quatro fases, e neste primeiro momento, vamos priorizar os profissionais da saúde, idosos, população indígena, pessoas com comorbidades, professores, forças de segurança, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade", declarou.

Carlos Chaves informou que, a princípio, a vacina usada será a produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, do Reino Unido, mas ainda é necessária aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Leia também: Covid-19: Cláudio Castro diz que vai aplicar R$ 600 mi em vacinação

"A princípio vamos usar a vacina produzida pela AstraZeneca, e ela deve chegar no Rio em janeiro. Se isso acontecer, vamos começar a campanha de vacinação ainda no primeiro mês do ano, mas o Ministério da Saúde trabalha com a previsão de entrega para março, por isso temos esses dois cenários possíveis", explicou.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas