Deputados protocolam pedido de impeachment de Witzel e secretário 

Documento pede que secretário de Desenvolvimento Econômico, Lucas Tristão, seja processado e julgado pelos mesmos crimes de responsabilidade

Witzel está na mira dos deputados da Alerj

Witzel está na mira dos deputados da Alerj

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil - 23/01/2020

Os deputados estaduais Chico Bulhões e Alexandre Freitas (Novo) protocolaram, nesta sexta-feira (29), um novo pedido de impeachment contra o governador do Rio Wilson Witzel (PSC) na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) devido aos indícios de corrupção na  Saúde durante a pandemia do novo coronavírus.

No texto, os parlamentares ressaltam que o governador "coloca a população fluminense de joelhos, indefesa, uma vez mais, pela pandemia da corrupção política".

O documento pede também que o secretário de Desenvolvimento Econômico, Lucas Tristão, seja processado e julgado pelos mesmos crimes de responsabilidade.

Os deputados citam que Tristão, homem de confiança do governador, já foi advogado da empresa do filho do empresário Mário Peixoto, preso na Operação Favorito por suspeitas de fraudes em contratos da Saúde.

Nos bastidores, parlamentares avaliam que a situação de Witzel é "crítica". A expectativa é a de que o presidente da Alerj, André Ceciliano (PT), coloque em votação a abertura do processo de impeachment em 10 dias.