Em 1 hora, chove em comunidade de Niterói 70% do esperado para o mês

Sirenes de alerta foram acionadas no morro do Preventório; Defesa Civil montou ponto de apoio em associação de moradores 

O município de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, entrou em estágio de alerta na manhã desta segunda-feira (26). No morro do Preventório, choveu, em uma hora, 70% da média esperada para todo o mês de novembro. As sirenes de alerta foram acionadas de madrugada no local solicitando, por prevenção, que as famílias deixassem suas casas.

Chuva provoca alagamentos e deslizamento no Rio de Janeiro

O ponto de apoio da comunidade, que fica na associação dos moradores, foi aberto e a Defesa Civil auxilia moradores a se deslocarem para um local em segurança.

Na comunidade de Jurujuba, um deslizamento de terra atingiu um ônibus que passava perto do morro do Peixe Galo. Não há informações sobre feridos e, no momento, equipes da Companhia de Limpeza de Niterói e da Secretaria de Conservação trabalham na limpeza e desobstrução do ponto.


Os bombeiros também anotaram uma ocorrência no bairro Charitas, onde árvores deslizaram com terra na avenida Carlos Ermelindo Marins e atingiram a pista. Agentes trabalham no local e não há feridos.

Angra dos Reis

A região da Costa Verde também foi afetada pelo temporal, principalmente a cidade de Angra dos Reis. Segundo a Defesa Civil, uma casa desabou parcialmente no bairro da Monsuaba.

Um deslizamento de terra atingiu ainda a Rodovia Procurador Haroldo Fernandes Duarte, a BR-101, no mesmo bairro.  A prefeitura de Angra pede aos motoristas que tenham atenção ao trafegarem pelo local, pois há uma camada alta de lama na via, o que deixa o trânsito perigoso.

A Defesa Civil também emitiu um alerta de evacuação às 2h40 da madrugada de hoje para os moradores que residem perto de encostas e locais de alagamentos nos bairros de Jacuecanga, Lambicada, Morro do Moreno, Praia do Machado, Village, Água Santa, Biscaia, Monsuaba, Paraíso, Vila da Petrobras, Caputera I e Caputera II.

Além dessas ocorrências, a Defesa Civil trabalha em mais dois casos. Houve um deslizamento no Morro da Constância, no Frade, em que as circunstâncias ainda são apuradas; e há risco de transbordamento de um rio perto da Escola Municipal Professor Francisco de Assis de Oliveira Diniz, no Bracuhy.