Empresas de distribuição de internet são interditadas no Rio

Inquérito policial apura crime de receptação qualificada. Ação tem como foco combater qualquer tipo de atividade que gere lucro para milícia

Material era roubado

Material era roubado

Reprodução

Duas empresas de distribuição de internet foram interditadas por conterem materiais roubados de operadoras de telecomunicação, na tarde da última segunda-feira (10). Ambas eram localizadas na zona oeste do Rio, sendo uma na Praça Seca e outra na Taquara.

Leia mais: RJ: PF cumpre seis mandados contra desvio na previdência dos Correios

Agentes da Draco (Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas ) também constataram que em um dos locais também havia furto de energia elétrica. O dono do estabelecimento foi preso em flagrante.

Os responsáveis pelos imóveis serão intimados a prestar esclarecimento no inquérito policial para apurara o crime de receptação qualificada.

Leia mais: Justiça do RJ condena 16 pessoas por queda de ciclovia Tim Maia

A delegacia enviará um ofício para a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) informando sobre a ocorrência do crime e solicitará a cassação da autorização para o funcionamento.

As ações da Draco tem como foco o combate a qualquer tipo de atividade que possa gerar lucro para a milícia. Em 10 dias, três empresas foram interditadas.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa