Filho de Flordelis que está preso diz que neta ordenou morte de pastor

Rayane teve o celular apreendido por agentes da delegacia que investigam o caso na na segunda-feira (16); reconstituição do caso será feita no sábado (21)

Deputada federal Flordelis, do PSD-RJ

Deputada federal Flordelis, do PSD-RJ

Reprodução / RecordTV Rio

Lucas Cézar dos Santos, filho adotivo da deputada federal Flordelis, disse em um de seus depoimentos à Polícia Civil que recebeu uma mensagem de Rayane Silva, sobrinha do acusado, pedindo que ele matasse o pastor Anderson do Carmo.

Leia mais: Caso Anderson: TJ-RJ libera acusado de participar de reconstituição

Rayane teve o celular apreendido por agentes da delegacia que investigam o caso na na segunda-feira (16). Ela teria oferecido R$ 10 mil para que Lucas contratasse alguém para matar o pastor. Metade da quantia seria para quem executasse o plano e o resto ficaria para Lucas.

Segundo ele, ela afirmou que já estava com a quantia e era só ele pôr o plano em prática. Ela teria recomendado ele a pegar o celular de Anderson, tirar o chip e quebrá-lo.

No mesmo depoimento, ele afirma que já havia recebido uma outra proposta de Marzy, uma das filhas da deputada, pedindo para que ele simulasse um assalto para matar o pastor, mas também recusou.

Assista ao vídeo: 

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa