Rio de Janeiro Grupo protesta após menina morrer baleada na zona norte do Rio

Grupo protesta após menina morrer baleada na zona norte do Rio

Outras duas pessoas também ficaram feridas no bairro de Triagem; testemunhas disseram que houve confronto, mas PM nega disparos na região

Grupo protesta após menina morrer baleada na zona norte do Rio

Ônibus foram vandalizados durante protesto

Ônibus foram vandalizados durante protesto

Foto cedida

Manifestantes vandalizaram dois coletivos durante um protesto em Triagem, na zona norte do Rio de Janeiro, após Jenifer Gomes, de 11 anos, morrer baleada na tarde desta quinta-feira (14). Outras duas pessoas também ficaram feridas por disparos na mesma região. 

Nove pessoas são mortas em chacinas na Baixada Fluminense

De acordo com as primeiras informações, a criança estava em um bar, onde a mãe trabalha, quando sentiu uma dor no peito e notou que havia sido atingida por um tiro.

A vítima foi levada ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas já chegou morta na unidade.

Ainda segundo a corporação, um suspeito foi encontrado baleado na mesma região e socorrido para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Engenho Novo. Com ele havia uma mochila com entorpecentes e uma pistola.

Já outro ferido foi levado por moradores para uma unidade de saúde ainda não foi informada. 

Operação mira grupo miliciano da Baixada e zona oeste do Rio

Testemunhas disseram que houve confronto na região. No entanto, a PM negou que policiais militares tenham disparado naquela localidade. A corporação informou que militares do 3°BPM (Méier) estavam no bairro para atender uma ocorrência de roubo de carga no condomínio Morar Carioca. 

A circulação dos trens e metrô chegou a ser afetada durante o tiroteio, mas os serviços já foram normalizados, de acordo com as concessionárias.

Por conta dos protestos em Triagem, a polícia militar bloqueou vias que dão acesso para a comunidade. Em nota, Rio Ônibus lamentou a destruição dos ônibus da linha 371 (Praça Seca x Praça Tiradentes) - um incendiado e outro depredado, que tinham apenas quatro meses de uso e eram equipados com ar refrigerado.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira