Rio de Janeiro Homem é preso em flagrante no Rio por venda de moeda falsa

Homem é preso em flagrante no Rio por venda de moeda falsa

Prisão faz parte da operação Zero Lastro realizada pela Polícia Federal contra grupo vende o material na internet durante a pandemia da covid-19

Material era comercializado na internet

Material era comercializado na internet

Divulgação

Um homem foi preso em flagrante por fabricar e vender moeda falsa nas redes sociais em uma operação realizada pela Polícia Federal, na Penha, zona norte do Rio, na manhã desta terça-feira (10).

A ação batizada de Zero Lastro busca cumprir mandados de busca e apreensão contra uma quadrilha especializada em falsificar e comercializar dinheiro nas redes sociais durante a pandemia da covid-19.  Além disso, as investigações apontam que o grupo também fraudava o auxílio emergencial, documentos, FGTS, cartões de crédito e diplomas.

Hospital de Bonsucesso: sobe para 16 número de pacientes mortos

A operação foi montada pela Delegacia de Polícia Federal de Angra dos Reis e durante as investigações os agentes encontraram uma lista com nome e dados pessoais de possíveis vítimas da organização criminosa. Segundo os agentes, tudo isso era comercializado para a prática de crimes.

De acordo com a polícia, foram encontrados um computador, dois celulares, dinheiro, documentos, cartões de créditos falsos e máquinas de cartão. O material foi encaminhado à perícia técnica.

O homem foi indiciado e vai responder por estelionato qualificado, moeda falsa e associação criminosa. As penas podem chegar até 12 anos de prisão.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas