Rio de Janeiro Jacarezinho: MP estende prazo para Polícia Civil enviar documentos

Jacarezinho: MP estende prazo para Polícia Civil enviar documentos

Força-Tarefa da promotoria responsável pelas investigações determinou nesta terça (1º) prazo de mais 10 dias para envio

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira, do R7*

Polícia Civil tem mais 10 dias para enviar documentos pendentes sobre operação no Jacarezinho

Polícia Civil tem mais 10 dias para enviar documentos pendentes sobre operação no Jacarezinho

Ricardo Moraes/Reuters - 06.05.2021

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro expediu um ofício à Polícia Civil, nesta terça-feira (1º), para o envio de informações ainda pendentes sobre a operação do Jacarezinho, feita no dia 6 de maio. Por meio da força-tarefa criada para investigar as 28 mortes na incursão, estabeleceu-se um novo prazo de 10 dias.

No último dia 24, o MP-RJ já havia estabelecido uma data limite à PCERJ para que enviasse todas as informações e imagens aéreas da incursão. O antigo prazo terminaria nesta quinta-feira (3). 

Como informado pelo MP-RJ, já foram recebidos laudos de local e de necropsia e que, esta semana, novos depoimentos de testemunhas foram colhidos. Além disso, o órgão disse que despachou o levantamento parcial do sigilo das informações no Procedimento Investigatório Criminal, para que a sociedade e as famílias dos mortos possam conhecer o teor da investigação.

Continuam em sigilo, portanto, as informações sensíveis, como imagens, nomes, endereços e os depoimentos de testemunhas, assim como as imagens das pessoas envolvidas e dados protegidos legalmente.

A força-tarefa do MP-RJ afirma que recebeu mídias e atas de audiências de custódia de seis presos na operação do Jacarezinho pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio e que o material será analisado.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas