Rio de Janeiro Jovem é morto durante troca de tiros na Baixada Fluminense

Jovem é morto durante troca de tiros na Baixada Fluminense

Henrico Viegas foi atingido por uma bala perdida na comunidade Terra Nova, em Magé. Moradores da cidade depredaram prédio da prefeitura em protesto

Jovem é morto durante troca de tiros na Baixada Fluminense

Henrico Viegas morreu aos 20 anos

Henrico Viegas morreu aos 20 anos

Reprodução/Record TV Rio

Um jovem morreu baleado na última segunda-feira (12) durante uma troca de tiros entre policiais militares e suspeitos, na comunidade Terra Nova, em Magé, na Baixada Fluminense.

'Morava na favela e tinha sonhos', diz prima de estudante morto

Henrico Viegas, de 20 anos, foi atingido por uma bala perdida e socorrido ao Hospital Municipal de Magé, mas não resistiu aos ferimentos.

Em nota, a PM afirmou que fazia patrulha pela comunidade quando foi alvo de tiros e que um “suspeito foi atingido e socorrido” para o mesmo hospital que Henrico foi levado. Com este homem, foi encontrado um revólver, um rádio comunicador e uma mochila com anotações que seriam ligadas ao tráfico, além de uma grande quantidade de drogas.

A Polícia Militar não informou se o suspeito que eles se referem na nota é Henrico. A vítima trabalhava como jovem aprendiz em um supermercado e não tinha envolvimento com qualquer ato ilícito, de acordo com a família.

A DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) não pode fazer a perícia no local da morte de Henrico. Segundo informações da Record TV Rio, pela comunidade Terra Nova ser uma área de risco, os agentes da Polícia Civil não poderiam entrar na região.

Polícia prende homem que agrediu mulher com socos em Petrópolis

Em protesto contra a morte de Henrico, moradores de Magé depredaram a sede da Prefeituar, fecharam ruas do centro da cidade e atearam fogo em ônibus. A circulação dos coletivos no município foi suspensa pelas empresas “por motivos de segurança”.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Ingrid Alfaya