Rio de Janeiro Mais de 50 celulares são encontrados em presídios em dia megaoperação no Rio

Mais de 50 celulares são encontrados em presídios em dia megaoperação no Rio

Ação em Bangu 3 e 4, no Complexo de Gericinó, ocorreu após suposta videoconferência de detentos com lideranças do tráfico

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record TV Rio

Varredura em presídios apreendeu 58 celulares

Varredura em presídios apreendeu 58 celulares

Record TV Rio

Cinquenta e oito aparelhos celulares foram apreendidos durante uma varredura nos presídios de Bangu 3 e 4, no Complexo de Gericinó, zona oeste do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (9).

A ação teve como objetivo impedir a transmissão de ordens de dentro da cadeia para lideranças do tráfico, durante uma megaoperação no Complexo da Maré, na zona norte. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram

A inspeção ocorreu após surgirem informações de que uma videoconferência com detentos determinou a execução de criminosos envolvidos na morte de três médicos em quiosque na Barra da Tijuca, na zona oeste no Rio, na última quinta-feira (5). 

No dia seguinte ao ocorrido, o governador Cláudio Castro confirmou que telefones haviam sido encontrados em Bangu 3 e encaminhados para perícia.

A secretária de Administração Penitenciária, Maria Rosa Lo Duca Nebel, confirmou, em entrevista à Record TV Rio, que o caso está sob investigação.

Um dos suspeitos de participação no atentado contra os médicos, inclusive, é alvo da operação policial de hoje, que também acontece na comunidade Cidade de Deus, zona oeste, e no Complexo da Penha, zona norte.

Últimas