Rio de Janeiro Morre mulher atropelada por motorista sem habilitação no Rio

Morre mulher atropelada por motorista sem habilitação no Rio

Carmem Lúcia, de 55 anos, sofreu morte cerebral. Sua filha, que também ficou ferida no acidente, está internada em estado grave

  • Rio de Janeiro | Rayssa Motta, do R7*

Carmem Lúcia sofreu morte cerebral

Carmem Lúcia sofreu morte cerebral

Reprodução Record TV

Morreu, nesta quinta-feira (21), uma das mulheres atropeladas por um motorista sem habilitação e alcoolizado no bairro de Irajá, zona norte do Rio. 

Carmem Lúcia, de 55 anos, sofreu traumatismo craniano e estava internada no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, desde a madrugada do último domingo (17). A família já havia sido avisada pela equipe médica sobre a suspeita de morte cerebral, confirmada hoje. 

Com ela, estava uma das filhas, Luziet Oliveira, de 26 anos, que fraturou a bacia e as pernas no acidente. Luziet continua internada em estado grave no mesmo hospital. 

"Minha tristeza maior é saber que minha irmã não terá a oportunidade de se despedir da minha mãe", contou a outra filha de Carmem, Luciene de Oliveira.

Leia também: Motorista foge após matar avó e netos em atropelamento no Rio

Relembre o caso

Mãe e filha foram atropeladas na madrugada do último domingo (17) em um bar de Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro. O motorista do carro, de 20 anos, não tinha habilitação e afirmou à Polícia Civil que pegou o carro escondido de sua mãe.

Carmem Lúcia e Luziet estavam na calçada quando foram atingidas pelo carro desgovernado. O condutor do veículo confirmou que havia ingerido bebida alcóolica durante o dia. Ele foi preso em flagrante após tentar fugir do veículo pela janela e ser alcançado por testemunhas que estavam no local. 

Após ser levado à 27ª DP (Vicente de Carvalho), o motorista foi encaminhado ao Poder Judiciário, segundo a Polícia Civil. Em seguida, o motorista foi solto após o pagamento de uma fiança de cerca de R$ 900.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas