Rio de Janeiro Motoristas e cobradores de ônibus entram em greve na cidade do RJ

Motoristas e cobradores de ônibus entram em greve na cidade do RJ

Grupo de 450 funcionários aderiram à paralisação, diz sindicato. Cerca de 19 mil rodoviários trabalham na capital diariamente

Categoria faz paralisações desde novembro do ano passado

Categoria faz paralisações desde novembro do ano passado

Franquilin Teixeira/R7

Um grupo de motoristas e cobradores de ônibus decidiu entrar em greve após assembleia na noite desta segunda-feira (28), na sede do Sindicato dos Rodoviários, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. Segundo o grupo, cerca de 450 funcionários aderiram à paralisação. 

O sindicato alega que as empresas responsáveis pelo transporte não ofereceram nenhuma proposta para reajustar os salários e demais benefícios. "Ficaremos em estado de greve caso alguma proposta seja apresentada; para isso convocamos nova assembleia para amanhã às 14h, aqui em Rocha Miranda caso isso ocorra", afirmou a presidente da convenção, Sebastião José.

 Ela ainda alega que a categoria está há mais de três anos sem nenhum reajuste, seja de salário, tickets ou cesta básica. A capital tem cerca de 19 mil rodoviários, que transportam diariamente cerca de 3 milhões de usuários do transporte carioca.

Também nesta segunda-feira, o sindicato teve audiência com o MPT (Ministério Público do Trabalho), mas não chegou a um acordo. 

Os trabalhadores reivindicam melhores condições de trabalho e reajuste dos salários. A categoria vem organizando paralisações desde novembro do ano passado, quando o sindicato convocou uma assembleia para discutir a possibilidade de greve geral por tempo indeterminado.

Últimas