Rio de Janeiro PF abre inquérito para investigar incêndio no Hospital de Bonsucesso

PF abre inquérito para investigar incêndio no Hospital de Bonsucesso

Ao menos duas pacientes em estado grave no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) não resistiram e morreram 

  • Rio de Janeiro | Isabela Afonso, do R7*

PF vai apurar circunstância de incêndio no hospital

PF vai apurar circunstância de incêndio no hospital

FAUSTO MAIA/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO/27.10.2020

A Polícia Federal instaurou um inquérito para apurar as circunstâncias do incêndio que atingiu o Hospital Federal de Bonsucesso, na zona norte Rio, na manhã desta terça-feira (27).

Uma equipe da PF esteve na unidade para iniciar as diligências e a perícia criminal.

De acordo com informações iniciais, o fogo começou no subsolo do prédio 1, onde ficava um almoxarifado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, ao menos 300 pacientes estavam no hospital no momento do acidente. Até o início da noite, 76 deles já haviam sido levados para outras unidades.

Ao menos duas pacientes em estado grave no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) não resistiram.

O secretário de Defesa Civil, Leandro Monteiro, confirmou que o Hospital Federal de Bonsucesso não tinha certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros. Monteiro disse que a unidade já havia sido notificada duas vezes, além de ter recebido dois autos de infração.

Um relatório feito a pedido da Defensoria Pública da União, em 2019, já havia apontado falhas no sistema de combate às chamas. O documento mostrou que a unidade não tinha detector de fumaças e sprinklers (chuveiro automático acionado em caso de necessidade).

*Estagiária do R7, sob supervisã de Bruna Oliveira

Últimas