Polícia do RJ prende suspeito de estupro no Maranhão após 17 anos

Acusado teria participado de estupro coletivo em 2003 e se mudado para zona norte do Rio em 2006. Atualmente, homem era proprietário de lojas na Baixada

Suspeito será transferido para o Maranhão

Suspeito será transferido para o Maranhão

Reprodução/Record TV Rio

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na manhã da última terça-feira (11) um suspeito de ter participado de um estupro coletivo no Maranhão, em 2003. Os agentes localizaram o homem em uma loja no qual era proprietário, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Governo do Rio autoriza reabertura dos pontos turísticos

De acordo com a Polícia Civil fluminense, o suspeito era procurado pela Justiça maranhense desde 2010. Ele e mais três homens são acusados de estuprarem uma jovem, que tinha 20 anos na época do crime.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro localizou o suspeito a partir de uma investigação na qual ele é acusado de estelionato. Ao puxar a ficha criminal do homem, os agentes fluminenses encontraram um mandado de prisão em aberto.

Os investigadores acreditam que o homem estivesse no Rio de Janeiro desde 2006. O suspeito moraria no Méier, zona norte da capital, e teria diversas lojas pela Baixada Fluminense, como a iogurteria na qual foi preso.

RJ: duas pessoas são soterradas e uma morre na região metropolitana

Segundo o delegado Tulio Pelosi, responsável pela prisão, o suspeito confessou a participação no crime. O agente da Polícia Civil também informou que o preso será transferido para o Maranhão.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa