Rio de Janeiro Polícia investiga ofertas de táxi no desembarque do Galeão

Polícia investiga ofertas de táxi no desembarque do Galeão

Agentes da Dairj conduziram 17 pessoas à delegacia. Suspeitos são investigados por outros crimes como estelionato e exercício ilegal da profissão

Polícia investiga ofertas de taxi no desembarque do Galeão

Passageiros eram abordados por carros sem permissão

Passageiros eram abordados por carros sem permissão

Daniel Marenco/Folhapress - 13.11.2013

Um operação da Polícia Civil no Aeroporto Internacional Tom Jobim do Rio de Janeiro terminou nesta terça-feira (14) com 17 pessoas conduzidas à delegacia para prestar depoimento sobre um suposto grupo criminoso que atua de forma irregular oferecendo corridas em carros não credenciados. Os detidos foram liberados, e as investigações continuam.

Polícia investiga morte de bebê de dois anos na Baixada Fluminense

Segundo a Polícia Civil, a Dairj (Delegacia de Atendimento Policial do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro) agiu para identificar e desarticular um grupo que atua no Galeão em uma função irregular conhecida como "jóquei".

A Polícia Civil afirma que eles abordam passageiros no setor de desembarque oferecendo corridas em táxis não credenciados e, em alguns casos, em carros particulares comuns.

As investigações apontam que o grupo também praticou crimes de ameaça, constrangimento ilegal, injúria e lesão corporal contra outros taxistas que paravam no local, carros credenciados e até mesmo seguranças do aeroporto.

Polícia prende seis suspeitos em ação contra roubo de cargas no RJ

O inquérito apura ainda se os jóqueis cometeram crimes de estelionato, exercício irregular da profissão e crimes contra as relações de consumo e a economia popular.

Assista: motorista de aplicativo é morto em assalto na avenida Brasil (RJ)