Rio de Janeiro Polícia vai investigar denúncia de racismo de atleta do Flamengo

Polícia vai investigar denúncia de racismo de atleta do Flamengo

Gerson afirmou ter sido vítima de preconceito por parte do jogador Ramírez durante a partida contra o Bahia, no último domingo (20) 

A Polícia Civil abriu uma investigação nesta segunda-feira (21) para apurar a denúncia de injúria racial cometida contra o jogador Gerson, do Flamengo, durante o jogo contra o Bahia no Maracanã, neste domingo (20), pelo Campeonato Brasileiro.

Gerson denunciou racismo dentro de campo

Gerson denunciou racismo dentro de campo

Reprodução/Redes sociais

A Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) informou que vai ouvir o atleta e outros envolvidos.

Nas redes sociais, Gerson disse que foi chamado de negro após ter sido mandado calar a boca. Ele afirmou ainda que foi "mais triste" ver outras pessoas minimizando o caso dentro de campo. 

Em nota, o Bahia informou que demitiu o técnico Mano Menezes e afastou o jogador Índio Ramírez, que é acusado de racismo. No entanto, o clube afirmou que o atleta nega.

A CBF solicitou à Procuradoria do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) a abertura imediata de uma investigação sobre a denúncia de racismo feita por Gerson.

Últimas