Rio de Janeiro Prefeitura do Rio lança edital para trabalhadores do Carnaval de rua

Prefeitura do Rio lança edital para trabalhadores do Carnaval de rua

Seleção vai premiar 125 projetos inéditos sobre a cultura do Carnaval carioca. Objetivo é auxiliar quem depende da festa de rua

A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta quinta-feira (4) o edital "Cultura do Carnaval Carioca", que vai distribuir R$ 3 milhões em prêmios para dar assistência aos trabalhadores que dependem da folia de rua. As festas foram canceladas devido à pandemia da covid-19.

Editar vai premiar 125 projetos sobre o Carnaval carioca

Editar vai premiar 125 projetos sobre o Carnaval carioca

Divulgação/Riotur

De acordo com a prefeitura, um dos objetivos da ação é fomentar a cultura do Carnaval carioca.

O prefeito Eduardo Paes reforçou a necessidade de auxílio a pessoas que trabalham no setor por conta do cancelamento do evento.

"O edital busca um olhar para a economia do carnaval carioca de rua. Tem gente que depende disso. Desde que tomei a iniciativa de cancelar a festa, já tinha pedido para o Faustini [secretário municipal de Cultura] e a Riotur prepararem alguma coisa de fomento, principalmente, para quem trabalha na ponta, na base dessa economia", disse Paes.

Ao todo, serão escolhidos 125 projetos inéditos sobre o setor para gerar conteúdos e produtos sobre o Carnaval carioca e estimular a criação estética pelos grupos carnavalescos. 

As insicrições para o edital começam em março. As propostas devem ser apresentadas por grupos formados por representantes de blocos, bandas, bailes, turmas, fanfarras, cordões e outras manifestações culturais que existam a pelo menos três anos.

Os conteúdos foram divididos em três categorias:

- “Origens”, que prevê a produção de um minidocumentário ou um projeto de memória. Cinquenta grupos serão contemplados com R$ 30 mil cada;

- “Som”, com a gravação de uma música inédita. Nesta linha, quarenta grupos serão premiados com R$ 20 mil cada;

- “Estética”, por meio de confecção de fantasia, camiseta ou estandarte originais. Trinta e cinco grupos serão contemplados com R$ 20 mil cada.

Os projetos serão avaliados por uma comissão presidida por um representante da Secretaria Municipal de Cultura e composta por 15 representantes da sociedade civil.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas