Rio de Janeiro Prefeitura interdita toda orla do Rio para o Réveillon de 2021

Prefeitura interdita toda orla do Rio para o Réveillon de 2021

Prefeito em exercício, Jorge Felippe, já havia determinado fechar os acessos à Copacabana e proibido a tradicional queima de fogos

  • Rio de Janeiro | Isabela Afonso, do R7*

A Prefeitura do Rio, anunciou nesta segunda-feira (28), a interdição de toda extensão da orla da cidade para o Réveillon de 2021.

Leia também: Liesa realiza sorteio dos desfiles para o carnaval de 2021 no Rio

Bloqueio nos acessos as praias começará às 20h do dia 31

Bloqueio nos acessos as praias começará às 20h do dia 31

Gabriel Monteiro/Riotur

Na última semana o prefeito interino do Rio, Jorge Felippe, determinou o fechamento dos acessos à Copacabana e proibiu a tradicional queima de fogos e os equipamentos de som na orla.

O bloqueio nos acessos as praias acontecerão das 20h do dia 31 de dezembro até às 3h do dia 1º de janeiro. Apenas moradores e hospedes com comprovantes poderão ter acesso.

Estão proibidos também os eventos, festas e shows privados tanto na areia, quanto no calçadão, além dos cercadinhos.

Ônibus, vans, e micro-ônibus não poderão entrar no município e haverá bloqueios nas entradas da cidade. Os transportes públicos não terão acesso as orlas das 20h do dia 31 de dezembro até às 3h do dia 1º de janeiro.

Leia também: MetrôRio inicia venda de cartões para o Réveillon 2020

As medidas foram tomadas após o aumento do número de casos e mortes pela covid-19 nas últimas semanas no Rio de Janeiro. Já são 24.918 óbitos e 421.069 casos confirmados do novo coronavírus no Estado.

Também dentro das medidas anunciadas está a interrupção do serviço do Metrô Rio às 20h do dia 31 de dezembro. A medida tem o objetivo de reduzir as aglomerações no ano novo de 2021.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odai Braz Jr.

Últimas