Rio de Janeiro Preso 4º suspeito ligado a morte de PM que tentou impedir assalto no RJ

Preso 4º suspeito ligado a morte de PM que tentou impedir assalto no RJ

Segundo a delegada Barbara Lomba, da 54ª DP, homem dirigia veículo que dava cobertura para criminosos em loja de Mesquita

  • Rio de Janeiro | Bruna Oliveira, do R7

A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (11) o quarto suspeito de participação na morte de um cabo da PM que tentou impedir um assalto a um estabelecimento em Mesquita, na Baixada Fluminense.

Cabo Cardoso tinha 10 anos de corporação

Cabo Cardoso tinha 10 anos de corporação

Reprodução

A delegada Barbara Lomba, da 54ª DP (Belford Roxo), declarou que conseguiu identificar todos os suspeitos após a prisão de um dos envolvidos no dia do crime, na última sexta (4). 

No dia seguinte, a polícia capturou mais dois autores, entre eles o atirador. 

O quarto preso é apontado como o motorista do grupo. Segundo a delegada, ele dava cobertura aos assaltantes e ajudava a transportar os objetos roubados de lojas. 

"É um grupo criminoso que se reúne para prática de crimes similares, roubos a estabelecimentos comerciais. Eles vão até o lugar com um carro regular, que está registrado no nome de um dos envolvidos. Três se dirigem ao estabelecimentos, dois entram para render os funcionários e subtrair os bens. E o terceiro fica do lado de fora vigiando a movimentação e se comunicando com os demais. O quarto permanece no veículo esperando para transportar os bens subtraídos depois", explicou Barbara Lomba.

A morte do cabo Cardoso, que tinha quase 10 anos de corporação, provocou comoção entre os colegas de farda. No dia do enterro, os policiais militares do 5º BPM ligaram as sirenes em homenagem ao PM assassinado com um tiro na cabeça por criminosos. Ele deixou esposa e dois filhos

Últimas