Rio de Janeiro Rio registra acumulados de chuva esperados para todo o mês

Rio registra acumulados de chuva esperados para todo o mês

Segundo a Prefeitura, as regiões mais atingidas são a zona oeste e o Maciço da Tijuca. A previsão é de chuva moderada a forte nesta terça-feira (22)

Na zona oeste, água atingiu um condomínio

Na zona oeste, água atingiu um condomínio

Divulgação

Desde a madrugada desta terça-feira (22), o Rio é atingido por grandes acumulados de chuva que eram esperados para todo o mês de setembro. A capital já entrou em estágio de atenção.

De acordo com o COR (Centro de Operações), a média registrada na estação do Alto da Boa Vista chegou a 183,2mm somente nas últimas 24h – a média histórica para esta época do ano era 148,3mm. As regiões mais atingidas são a zona oeste e o Maciço da Tijuca.

Por conta das fortes chuvas, a Defesa Civil acionou as sirenes nos morros da Formiga e Rocinha, pois há riscos de deslizamentos. Na Tijuca, uma árvore foi derrubada pelos ventos fortes e atingiu um ponto de ônibus. O mesmo ocorreu no centro do Rio e a avenida Mem de Sá teve que ser interditada. Não há informações de feridos.

Motoristas enfrentam grandes alagamentos

Motoristas enfrentam grandes alagamentos

Divulgação

Em outros pontos da cidade, há registros de alagamentos que afetaram o funcionamento do BRT no corredor Transoeste. O trecho entre as estações Santa Veridiana e Santa Cruz está fechado e a circulação da linha 10 que faz o trajeto Santa Cruz X Alvorada está interrompida.

Além disso, a chuva também afetou o trânsito no Jardim Botânico. A via está fechada nos dois sentidos e o desvio está sendo feito pela avenida Borges de Medeiros. Também na zona sul, no bairro do Catete, moradores reclamam dos enormes alagamentos que atingem o local. 

A previsão é que os temporais permaneçam na cidade durante todo o dia, com intensidades de moderada a forte. Há alerta de ressaca emitido pela Marinha no município. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas