Rio de Janeiro RJ: Governador se compromete com recuperação da construção civil

RJ: Governador se compromete com recuperação da construção civil

Objetivo é trabalhar em conjunto com o segmento para garantir a retomada da cadeia produtiva e gerar mais empregos

Objetivo é garantir a recuperação da cadeia produtiva

Objetivo é garantir a recuperação da cadeia produtiva

Antonio Cruz/Agência Brasil

Governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, assinou, durante uma reunião com empresário da construção civil nesta quarta-feira (7), uma carta de compromisso pela retomada do crescimento do setor no Estado.

Leia também: Comissão da covid-19 pede fim de contratos com OSs até 2022 no Rio

O objetivo é trabalhar em conjunto com o segmento para garantir a recuperação da cadeia produtiva e gerar mais empregos. Além de identificar as dificuldades existentes e agilizar os tramites processuais do setor.

“O desenvolvimento do Estado passa diretamente pela construção civil. Por isso, acredito também que a retomada da economia fluminense inclui o setor, que é um dos que mais contrata. Portanto, quando não ocorre isto, o movimento de queda acaba sendo em cascata. Existe, ainda, o inverso: quando há a volta dos empregos, ajuda bastante na retomada econômica. É nisso que estamos focados neste momento” relatou o governador em exercício.

Na carta assinada, dez itens foram colocados como prioridade por Cláudio. São eles: a retomada de obras públicas no âmbito estadual, a análise e o deferimento mais rápidos das concessões de licença ambiental, a modernização da legislação, a adoção de materiais menos agressivos ao meio ambiente e a abertura de novos postos de emprego.

Segundo a Ademi-RJ (Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário), durante a pandemia foi possível manter cerca de 85% dos canteiros de obras em funcionamento e os respectivos postos de trabalho.

O presidente do Sinduscon-Rio (Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Rio de Janeiro), João Fernandes, destacou a importância do trabalho conjunto e de apoio entre o Governo do Rio e a iniciativa privada.

Leia também: Procon-RJ identifica infrações ao consumidor em sites de brinquedos

"Vemos necessidade de alinhamento entre os órgãos governamentais, importante para o setor da construção civil. Temos problemas de origem burocrática em todas as esferas. É preciso ter diálogo construtivo para que não haja tantos entraves e aumento nos custos das obras", disse João Fernandes.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas