RJ: Polícia prende suspeitos de assassinar agente penitenciário

Dupla confessou a tortura e execução de Ezekiel Figueiredo, de 47 anos. Inspetor da Seap foi encontrado morto pela família na mala do próprio carro

Ezekiel estava na Seap há nove anos

Ezekiel estava na Seap há nove anos

Reprodução/Rede Sociais

A Polícia Penal prendeu na noite da última quarta-feira (5) dois homens suspeitos de assassinar um agente penitenciário da Seap (Secretária de Estado de Administração Penitenciária), no bairro Ambaí, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

De acordo com os agentes, ambos confessaram os crimes de tortura e homicídio contra Ezekiel Figueiredo, de 47 anos. O inspetor da Seap foi encontrado morto na madrugada de quarta pela família dentro da mala do próprio carro, também em Nova Iguaçu.

As suspeitas são de que os homens, que teriam ligação com o tráfico da comunidade Buraco do Boi, descobriram que Ezekiel era agente penitenciário. A vítima havia saído com amigos para beber no momento em que foi sequestrado.

Os presos foram levados para a DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) e tinham um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas. Com a dupla também foi apreendida a arma do agente penitenciário.

RJ: vereador de Caxias é alvo de ação contra roubo de combustíveis

Segundo o Disque-Denúncia, Ezequiel foi o 37º agente de segurança morto no Rio de Janeiro em 2020.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Ingrid Alfaya