Secretário de Turismo pede demissão do governo Witzel 

Segundo Otavio Leite, a saída do governo Witzel é para desenvolver um projeto acadêmico.  A exoneração ainda não foi publicada pelo Diário Oficial 

Otavio Leite é o oitavo secretário a sair do governo

Otavio Leite é o oitavo secretário a sair do governo

Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados

O Secretário de Turismo do Rio de Janeiro, Otavio Leite, pediu demissão por meio de uma carta divulgada pela pasta. Segundo Otavio, o motivo para deixar o governo Witzel é um projeto acadêmico.

 “Estou deixando a Setur, por iniciativa própria, e partindo para um projeto acadêmico - aplicando para doutorado em Turismo. Agradeço a oportunidade ao governador Witzel de ter trabalhado em prol do Turismo do RJ”, diz trecho da nota escrita pelo secretário. 

A exoneração de Otavio Leite ainda não foi publicada pelo Diário Oficial. 

Oito secretários deixaram o governo 

Em meio a pandemia do novo coronavírus e as investigações causadas por fraudes na Saúde, oito secretários já deixaram as pastas da administração de Witzel.  

Em maio, após ser denunciado por desvios na compra de respiradores, o primeiro a sair do governo foi o então secretário de Saúde Edmar Santos. O sucessor, Fernando Ferry também foi exonerado do governo depois de pouco mais de um mês no cargo. 

Em seguida, Witzel retirou do governo estadual, em uma só publicação do Diário Oficial, o da Casa Civil, André Moura e o da Fazenda, Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho. Posteriormente, foi a vez do secretário de Trabalho e Renda, Jorge Gonçalves da Silva. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa