Taxista morto em Bento Ribeiro foi assaltado onze vezes, diz filho

José Francisco de Lima, de 58 anos, estava em um carro em um posto de gasolina quando foi abordado; segundo testemunhas, ele reagiu à ação

O taxista foi morto durante um assalto, em Bento Ribeiro

O taxista foi morto durante um assalto, em Bento Ribeiro

Reprodução/RecordTV Rio

Um taxista foi morto na última terça-feira (19) durante uma tentativa de assalto em um posto de gasolina, em Bento Ribeiro, zona norte do Rio de Janeiro. Segundo o filho da vítima, seu pai foi assaltado outras dez vezes enquanto exercia sua profissão.

Operação da Polícia Militar deixa dois mortos na zona norte do Rio

José Francisco de Lima, de 58 anos, teria reagido ao assalto e se negado a levar o suspeito até uma comunidade próxima ao posto de gasolina.

O filho de José Francisco, Michael Brandão de Lima, em entrevista, declarou que seu pai teve o carro levado por duas vezes.

“Infelizmente aconteceu essa tragédia. A única coisa que a gente pode correr atrás é justiça, só isso. Ele foi assaltado dez vezes. Oito ele reagiu, conseguiu ficar vivo. Duas vezes levaram o carro dele, levaram tudo. Agora foi o fim dele”, contou Michael.

O assaltante levado para a DH-Capital (Delegacia de Homicídios), na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade. Com 17 anos, o infrator foi apreendido e será encaminhado para uma unidade de internação para jovens.

Leia também: "Estou bem, logo estou numa boa", diz paisagista agredida por lutador

De acordo com a Record TV, o adolescente disse à Polícia Civil que se sentiu ameaçado pelo taxista no momento em que o motorista tentou roubar seu revólver.

A Polícia Militar apreendeu a arma usada pelo jovem durante o assalto. O adolescente tem outras passagens pela Justiça.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa