Rio de Janeiro TJ-RJ determina perícia em camisa de preso encontrado morto em cela

TJ-RJ determina perícia em camisa de preso encontrado morto em cela

Marcos Vinícius Gouvêa Gomes, de 33 anos, teria se enforcado com camisa na 32ª DP (Taquara). Familiares contestam versão da Polícia Civil de suicídio

TJ-RJ determina perícia em caso de preso encontrado morto em cela

Marcos Vinícius era pai e tinha 33 anos

Marcos Vinícius era pai e tinha 33 anos

Reprodução/Record TV Rio

O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) determinou que seja realizada uma perícia na camisa que supostamente foi utilizada por Marcos Vinícius Gouvêa Gomes, de 33 anos, para cometer suicídio na cela da 32ª DP (Taquara), zona oeste do Rio de Janeiro, no final de agosto.

A família de Marcos contratou o perito aposentado da Polícia Civil Live Inimã para realizar a perícia. Segundo a defesa dos familiares, o perito “é proibido pela Polícia Civil de entrar nas dependências do IML (Instituto Médico Legal)” por ter “emitido laudos técnicos que contrariavam os laudos emitidos” pela própria instituição.

Em nota, os advogados da família declaram que a defesa irá nesta terça-feira (1º) até o ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli) para realizar a perícia permitida pelo TJ-RJ.

O R7 procurou a Polícia Civil para falar sobre o posicionamento em relação à perícia, mas não obteve resposta até a publicação da matéria.

Jovens da Maré entregam a Witzel cartilha sobre abordagem policial

Caso Marcos

Marcos foi levado à 32ª DP no dia 29 de agosto pela Polícia Militar. Além de se envolver em uma briga de trânsito após um acidente com um motorista de aplicativo, ele teria parado em um posto de gasolina e abastecido o carro sem dinheiro para pagar.

De acordo com a Polícia Civil, na época, Marcos foi preso por dirigir sob a influência de drogas, fuga do local do acidente e estelionato. Segundo a família, sua morte foi comunicada somente ao advogado durante a audiência de custódia.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa