Rio de Janeiro Vítimas de abuso sexual em estação de trem reconhecem PMs no Rio

Vítimas de abuso sexual em estação de trem reconhecem PMs no Rio

Jovens denunciaram o caso à Corregedoria da Polícia Militar na última segunda-feira (8); dois funcionários da SuperVia também foram demitidos

Vítimas de abuso sexual em estação de trem reconhecem PMs no Rio

Estação de trem Maracanã, na zona norte do Rio

Estação de trem Maracanã, na zona norte do Rio

Reprodução / Twitter

As duas vítimas de abuso sexual cometido em uma estação de trem, no Rio de Janeiro, identificaram dois policiais militares que teriam cometido o crime. O reconhecimento foi feito por um álbum de fotografia, segundo a Polícia Militar. 

Leia mais: Suspeitos de integrar quadrilha de roubo de cargas são presos no Rio

Os dois jovens denunciaram o caso à Corregedoria da Polícia Militar na última segunda-feira (8). Segundo os familiares, eles foram obrigados por PMS a praticar relações sexuais entre eles na estação de trem do Maracanã, zona norte, no domingo (7).

Já a SuperVia, concessionária que administra os trens no Rio, informou que demitiu dois funcionários por envolvimento no caso e abriu uma sindicância interna.

A empresa também disse que irá registrar os fatos apurados na delegacia e que pretende participar como assistente de acusação no processo.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Ingrid Alfaya