ABC pede esclarecimento do Governo de SP sobre volta às aulas

Documento do consórcio que reúne sete municípios da região do ABC Paulista foi enviado para secretaria de Desenvolvimento Econômico

Consórcio ABC enviou documento ao Governo do Estado

Consórcio ABC enviou documento ao Governo do Estado

Reprodução/Prefeitura de Santo André

O consórcio que reúne municípios do Grande ABC Paulista protocolou, nesta quinta-feira (16), um ofício pedindo esclarecimentos ao Governo do Estado sobre os critérios para a retomada das aulas e demais atividades presenciais após a quarentena.

No documento, encaminhado à secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, o consórcio sugere que os cursos livres e de capacitação, como cursos de inglês, artesanato, direção, manicure, entre diversos outros não regulados pelo Ministério da Educação, devem ser ordenados de acordo com os critérios do setor de serviços.

Leia também: Plano de volta às aulas no estado de São Paulo passa por reavaliação

Sobre as instituições de ensino superior e profissionalizante, o documento do consórcio que reúne prefeitura de sete municípios da região ainda diz que a retomada das aulas práticas e laboratoriais de cursos relacionados à área da saúde, após 14 dias subsequentes na fase amarela. Desta forma, deve-se evitar a retomada de outros cursos neste momento, com o objetivo de não promover aglomerações nem sobrecargar o transporte público.

Para o presidente do Consórcio ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, "esses esclarecimentos por parte do Governo do Estado são importantes para que as cidades possam alinhar conjuntamente suas ações e decretos de retomada dessas atividades, conforme as diretrizes do Plano São Paulo".