Caminhão tomba e interdita Rodoanel sentido Castelo Branco

Acidente aconteceu no km 22 da faixa no trecho oeste. Carga derramada na pista é nociva e não pode ser inalada. O motorista ficou gravemente ferido

Caminhão tomba e interdita Rodoanel sentido Castelo Branco

Caminhão tomba e interdita Rodoanel sentido Castelo Branco

Reprodução/Record TV

Uma carreta transportando produto químico tombou, por volta das 06h desta sexta-feira (25), no km 22 do Rodoanel Mario Covas, no sentido Castelo Branco, em Osasco, região metropolitana de São Paulo. O motorista ficou gravemente ferido.

Depois de mais de seis horas do acidente, a rodovia continua com duas faixas interditadas no sentido Bandeirantes. Equipes do Corpo de Bombeiros estão no local para conterem o vazamento do tolueno, o produto que era transportado no veículo, usado na fabricação de plástico e altamente perigoso.

Devido ao risco de contaminação, foram erguidas tendas para a limpeza dos bombeiros que atuam no acidente para a contenção do vazamento. Ao todo, 16 bombeiros trabalham para conter o vazamento e posteriormente atuarão no transbordo do material.

Devido ao risco de incêndio, uma equipe Auto Bomba está no local. Técnicos da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) também foram acionados.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, o motorista, que está em estado grave, foi socorrido com parada cardíaca por uma equipe médica da concessionária para um hospital da região.

Nas imagens registradas pelo helicóptero da Record TV é possível ver um carro de passeio danificado no acostamento da rodovia, mas ainda não há detalhes sobre as circunstâncias em que o acidente ocorreu, segundo a CCR RodoAnel, concessionária responsável pelo trecho.

A SPMar, concessionária que administra o Rodoanel a partir do km 30, informou que a Polícia Militar Rodoviária instalou dois pontos de desvios - o primeiro no km 41 e o segundo no km 58.

Os motoristas que acessam estes desvios também enfrentam lentidão. No primeiro ponto há congestionamento do km 45 ao 41 e no segundo há lentidão do 60 ao km 58.

Já no sentido oposto, sentido Régis Bittencourt, há uma faixa bloqueada e oito quilômetros de lentidão. Não há previsão de liberação da via. O helicóptero Águia da Polícia Militar foi acionado para dar apoio e sobrevoa o local.