'Continuem orando por mim', diz médica picada por cobra

Dieynne Saugo deixou nesta terça-feira (8) a UTI do Hospital Albert Einstein, onde passou por uma cirurgia no braço e uma traqueostomia

Dieynne agradeceu apoio

Dieynne agradeceu apoio

Reprodução / Instagram

A médica Dieynne Saugo agradeceu o apoio que tem recebido desde que foi picada por uma cobra em Mato Grosso em publicação nas redes sociais nesta terça-feira (8), dia em que deixou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo, após nove dias de internação.

Leia também: Mulher feita refém em estação de metrô em São Paulo é libertada

Dieynne Saugo foi picada duas vezes por uma cobra de cerca de dois metros de comprimento. O animal caiu na água enquanto a vítima se banhava na queda d'água em Nobres, no Mato Grosso. Amigos filmaram o momento do ataque. Nas imagens, é possível ver quando a médica começa a gritar.

Veja também: Menino de 8 anos encontra sucuri dentro de piscina em Goiás

"Continuem orando por mim!!!", disse a médica. Ela também pediu contribuições para a vaquinha virtual organizada pela família para custear os gastos com tratamento. A arrecadação já passou de R$ 130 mil, masm tem como meta R$ 300 mil.

De acordo com Nathalia Saugo, irmã da médica, a internação de Dieynne deve ficar em torno de R$ 200 mil e o translado de Mato Grosso para São Paulo ficou em cerca R$ 50 mil. 

Leia também: Multidão briga com policiais por carne em caminhão tombado em SP

Logo após ter sido picada, no dia 30 de agosto, Dieynne foi encaminhada para um hospital em Cuiabá, onde passou por cirurgia e foi internada em estado grave na UTI.  A pousada em que a médica estava hospedada não tinha soro antiofídico. Na quinta-feira (3), ela foi transferida de táxi aéreo do Complexo Hospitalar de Cuiabá para o Hospital Albert Einstein, onde passou por uma cirurgia no braço, por volta das 3h de sexta-feira (4).

Mèdica foi picada ao tomar um banho de cachoeira

Mèdica foi picada ao tomar um banho de cachoeira

Reprodução/Record TV

"Fiquei 9 dias na UTI, conversei muito com Deus, melhorei minha intimidade com ele e quando pedi uma resposta para tudo isso que estou passando, ele me disse: “Fique em paz minha filha, ordenei uma equipe de anjos pra te salvar! Não se esqueça da sua missão e do seu propósito de vida! Siga firme e forte na FÉ!", escreveu a médica. Ela precisou passar por uma traqueostomia e por isso ainda não consegue falar, mas gravou um vídeo, que está legendado, em que é possível compreender o que diz. "Eu sou a prova viva de que os milagres existem!!! E que o bem sempre vence".