São Paulo Estação Vila Sônia ganha nome de professora morta em ataque à escola de São Paulo

Estação Vila Sônia ganha nome de professora morta em ataque à escola de São Paulo

Elisabeth Tenreiro dava aula quando foi esfaqueada por estudante, em 27 de março. 200 alunos participam da inauguração

  • São Paulo | Isabelle Amaral, do R7

Resumindo a Notícia
  • Estação Vila Sônia passará a ter o nome da professora Elisabeth Tenreiro.

  • Familiares, colegas e alunos participam da inauguração a partir das 10h desta quarta (17).

  • Professora da escola Thomazia Montoro foi morta a facadas por um aluno, em 27 de março.

  • Além de ganhar o nome da educadora, estação terá painel com mensagens de esperança.

Em homenagem, estação Vila Sônia ganha o nome de professora Elisabeth Tenreiro

Em homenagem, estação Vila Sônia ganha o nome de professora Elisabeth Tenreiro

Reprodução/redes sociais/Google Street View

A estação Vila Sônia, da Linha 4-Amarela do Metrô de São Paulo, passará a se chamar "Estação Vila Sônia — Professora Elisabeth Tenreiro". A alteração é uma homenagem à educadora de 71 anos, morta no ataque à Escola Estadual Thomazia Montoro, no dia 27 de março.

A cerimônia de mudança de nome acontece a partir das 10h desta quarta-feira (17) e terá a participação de familiares, colegas e cerca de 200 crianças da unidade escolar em que Elisabeth era professora. Estão confirmadas ainda as presenças do governador do estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas, e do novo CEO (diretor executivo) do Grupo CCR, Miguel Setas.

A homenagem também irá se estender a um painel dentro da estação com o tema "que mensagem deseja repercutir no mundo", trazendo, por meio de desenhos e palavras, mensagens de esperança e conforto escritas pelos próprios alunos da escola.

A iniciativa faz parte da atividade realizada em conjunto com voluntários do Projeto Help, que esteve no dia 24 de abril na escola, a fim de prestar acolhimento emocional aos alunos e educadores após a tragédia.

Apresentação musical e painéis

Além disso, as atividades terão a apresentação musical do Instituto Baccarelli, com a participação do quarteto de cordas, a fim de levar um momento de leveza e lazer ao público e homenagear a professora por sua jornada profissional.

·         Compartilhe esta notícia no Whatsapp
·         Compartilhe esta notícia no Telegram

Também haverá a confecção de dois painéis em formato de árvores, que serão pintados e ficarão expostos no espaço por três meses.

Novos avisos sonoros na estação

Segundo o Diretor da ViaQuatro e ViaMobilidade, Francisco Pierrini, os trens da Linha
4 passarão a contar com avisos sonoros incluindo o nome da professora. "Fizemos
tudo com muito carinho e respeito à professora Elisabeth Tenreiro e a seus familiares,
alunos e amigos. Quisemos fazer uma homenagem muito além das placas, porque
ela era uma demonstração do carinho na sua missão de educar as nossas crianças,
que serão o futuro do Brasil”, diz.

Por décadas, Elisabeth trabalhou no Instituto Adolf Lutz, vinculado à Secretaria de
Saúde do Estado de São Paulo. Defensora aguerrida da ciência, a educadora
lecionava a disciplina aos alunos da escola estadual. Por essa razão, todos os
estudantes presentes na solenidade receberão exemplares do livro “O Grande Livro
de Ciências do Manual do Mundo”.

Em 15 de abril, o governo do estado publicou no Diário Oficial a determinação para a
alteração do nome da Estação Vila Sônia, em homenagem à docente. Embora
estivesse aposentada como técnica do Instituto Adolfo Lutz desde 2020, Elisabeth
seguiu ensinando, até perder a vida após um adolescente invadir a escola e ferir
outras quatro pessoas
.

Volta às aulas na escola Thomazia Montoro é marcada por choro, abraços e esperança

Últimas