São Paulo Ex-jogador de futebol é acusado de agressão a funcionário

Ex-jogador de futebol é acusado de agressão a funcionário

Dono de estabelecimento na zona leste de SP, Marco Aurélio negou as acusações e tentou intimidar a equipe de reportagem da Record TV

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

O ex-jogador Marco Aurélio Barbosa, de 43 anos, campeão brasileiro pelo Santos, em 2004, está sendo acusado de agressão e calúnia por um ex-funcionário em um estabelecimento que possui quadra de futebol e um bar, na zona leste de São Paulo. O local foi interditado neste semana por descumprimento de normas contra a pandemia. 

O garçom, de 29 anos, gravou um vídeo de uma briga com o ex-patrão, sem que ele soubesse. A discussão girava em torno de uma acusação de desvio de dinheiro feita por Marco Aurélio, negada pelo ex-funcionário. Um boletim de ocorrência foi registrado na Polícia Civil.

Marco Aurélio, ex-lateral do Santos, é acusado de agressão por ex-funcionário

Marco Aurélio, ex-lateral do Santos, é acusado de agressão por ex-funcionário

Reprodução/Record TV

Segundo o rapaz, o bar funcionava mesmo durante o período de restrição de atividades comerciais na cidade em função da pandemia do novo coronavírus. Há um folheto de interdição do local, emitido pela Suprefeitura da Mooca. Mesmo assim, o estabelecimento permanecia aberto, conforme flagrou a Record TV.

Procurado, o ex-jogador negou a agressão e tentou intimidar a equipe de reportagem. No futebol, Marco Aurélio atuou como lateral-direito e meio-campista. Ele teve passagens por outros grandes clubes brasileiros, como São Paulo e Cruzeiro. 

Últimas