São Paulo Ex pede abraço de despedida e dá 13 facadas em mulher no interior de SP

Ex pede abraço de despedida e dá 13 facadas em mulher no interior de SP

Após um relacionamento de seis meses, a estudante de 24 anos terminou com o jovem de 19 anos por ter sido maltratada e ameaçada

O crime aconteceu na cidade de Pitangueira, no interior de São Paulo

O crime aconteceu na cidade de Pitangueira, no interior de São Paulo

Reprodução/Google Street View

Depois de tentar em vão reatar o namoro com a estudante Whailly Michele Mendes da Silva, de 24 anos, o ex-namorado dela pediu um abraço de despedida. Quando a jovem se aproximou, ele a atingiu com 13 facadas, na noite de sábado (4), em Ibitiúva, distrito de Pitangueiras, interior de São Paulo. O agressor, de 19 anos, fugiu e não foi localizado até a tarde desta segunda-feira (6). A jovem continua internada na Santa Casa de Pitangueiras.

A tentativa de homicídio aconteceu às 22h, em frente à casa da vítima, na região central do distrito. Uma prima da estudante contou à Polícia Civil que o rapaz teve um relacionamento de seis meses com a estudante, que terminou após ter sido maltratada e ameaçada. Na noite do crime, o suspeito voltou a procurar a jovem e insistiu para que voltassem. Ele alegou que a mãe o havia "tocado" de casa e queria morar com ela. Como a jovem negou, ele pediu um abraço para ir embora e deixá-la em paz.

Mulher é morta a facadas em frente ao Hospital das Clínicas em SP

A testemunha disse que o rapaz esfaqueou a ex seguidamente no peito, braços, cabeça e costas sem dizer uma palavra, enquanto ela gritava. Ele só parou quando a prima interveio. A estudante foi levada para o hospital e passou por uma cirurgia. Nesta segunda, seu estado era estável. Whailly já havia registrado boletim de ocorrência contra o ex por ameaça, mas não deu seguimento ao inquérito. A prisão temporária do suspeito já foi decretada pela justiça.

Perseguição

Em outro caso de violência contra mulher, um empresário, de 41 anos, foi preso em flagrante na noite de domingo (5) depois de jogar seu carro, um Toyota Hillux, contra o automóvel em que estavam sua ex-mulher, a filha de seis anos do casal e o atual companheiro da ex, em Santos, litoral de São Paulo. Conforme a Polícia Civil, o empresário perseguiu as vítimas pelas ruas da cidade e teria apontado uma arma para elas. Após a colisão, a polícia encontrou duas porções de cocaína e uma pistola calibre 38 com munição no carro dele. O empresário estava acompanhado da atual namorada.

Idoso é morto a facadas pelo próprio filho em bairro nobre de SP

Conforme a polícia, o casal está separado há quatro anos, mas ainda discute na justiça a divisão dos bens. A perseguição teve início na avenida Perimetral, na zona portuária, onde o empresário teria emparelhado seu veículo com o automóvel das vítimas e ameaçado disparar a arma. O namorado da mulher acelerou o carro, mas eles foram alcançados próximo do Canal 5, onde o empresário teria lançado seu veículo contra as vítimas. A mulher e a criança, arremessadas para fora do carro, ficaram feridas e receberam atendimento na Santa Casa de Santos.

O empresário e a namorada foram levados à Central de Polícia Judiciária e indiciados. Ele responderá por porte ilegal de arma e de drogas, dano qualificado, ameaça, violência doméstica e lesão corporal. Enquadrada por porte de drogas e munição, a mulher foi liberada após pagar fiança de R$ 2 mil. Ele ficou preso, mas seu advogado informou que entrará com pedido para que responda às acusações em liberdade.

Homem mata mulher a facadas e envia fotos para filha da vítima

Espancamento

Um homem foi baleado e morreu depois de espancar a esposa e agredir um policial militar, na noite de domingo (5), em Araraquara, interior de São Paulo. A Polícia Militar foi chamada por vizinhos, depois que um tratorista começou a agredir uma podóloga, de 28 anos, no bairro Jardim dos Oitis. Ele não gostou da interferência da polícia e agrediu um dos policiais com socos no rosto. O PM reagiu e disparou, atingindo o homem no peito. O tratorista foi socorrido, mas morreu na Santa Casa da cidade.

    Access log