Familiares protestam por morte de jovem após abordagem da PM em SP

Jovem foi encontrado com sinais de espancamento e marcas de tiro na cabela e no peito. PM diz que jovem morreu em confronto por roubo

Comunidade na zona oeste onde moradores protestaram a morte do jovem

Comunidade na zona oeste onde moradores protestaram a morte do jovem

Reprodução Google Street View

Familiares e amigos de um jovem de 24 anos acusam a Polícia Militar de tê-lo executado em uma comunidade em Osasco, região metropolitana de São Paulo, na noite da última sexta-feira (24). Na tarde do sábado (25), familiares e amigos da vítima realizaram um protesto na comunidade.

Leia também: Mensagens provocam reviravolta no caso da morte de Ísis Helena, em SP

De acordo com um amigo da vítima, David Nascimento dos Santos foi abordado por policiais na rua Andries Both, colocado dentro de uma viatura e, posteriormente, encontrado morto em uma comunidade próxima.

Imagens de um circuito de monitoramento enviadas pela sogra da vítima mostram o momento da abordagem. Nas imagens é possível ver os policiais pedindo para um rapaz, que seria David, levantar a camisa. Aparentemente não é encontrado nada com o homem, mas ele é colocado dentro da viatura.

Leia também: Produção clandestina de 3.400 litros de álcool gel é apreendida em SP

Segundo o amigo da vítima, pouco tempo depois o rapaz foi encontrado, em uma comunidade chamada Fazendinha, morto com sinais de espancamento e marcas de tiro na cabeça e no peito. Ainda segundo familiares, David havia saído de casa para buscar um lanche, que havia pedido.

O denunciante afirma ainda que corpo de David estava vestido com calça e tênis, mas no vídeo do que seria a abordagem ao rapaz, ele está usando bermuda e chinelo. De acordo com o amigo da vítima isso ocorreu, pois os policiais tentaram relacionar David a uma outra ocorrência da qual ele não participou.

Leia também: Justiça concede prisão domiciliar a preso por roubo de ouro

Ainda segundo os denunciantes a família não registrou boletim de ocorrência porque, na delegacia, foram informados que o caso só poderia registrado na segunda-feira (27).

A sala de imprensa da Polícia Militar deu uma outra versão e informou que houve um confronto com um suspeito em uma ocorrência de roubo, que morreu no local.

Manifestação

Por volta das 16h30 deste sábado (25), familiares e amigos de David realizaram uma manifestação na rua Andries Both, próximo à Marginal Pinheiros, no Jaguaré, zona oeste de São Paulo.

O grupo ateou fogo em objetos e bloqueou totalmente ambos os sentidos da via. A Polícia Militar utilizou de bombas de gás e bolas de borracha.

A PM informou que um policial foi ferido com uma pedrada no rosto e foi socorrido encaminhado para o Pronto Socorro da região. O Helicóptero Águia 01 do Grupamento Aéreo da Polícia Militar esteve no local para prestar apoio.

O corpo de David foi enterrado na manhã deste sábado (25), no Cemitério Municipal de Osasco.