São Paulo Força-tarefa é criada para barrar venda de terrenos em mananciais

Força-tarefa é criada para barrar venda de terrenos em mananciais

Ação do MP e da Polícia pretende prender quadrilhas que invadem áreas de manancial para vender terrenos ilegais como se fossem condomínios

  • São Paulo | Letícia Dauer e Mariana Rosetti, da Agência Record

Ação pretende coibir venda de terrenos ilegais em áreas de manancial

Ação pretende coibir venda de terrenos ilegais em áreas de manancial

Divulgação / Sabesp

O Ministério Público de São Paulo criou na sexta-feira (7) uma força-tarefa com a Polícia Civil para prender quadrilhas que invadem áreas de manancial para vender terrenos ilegais como se fossem condomínios.

Leia mais: Abastecimento de água na zona norte pode ser afetado na terça (10)

Em dezembro de 2019, o relatório do Comitê de Chuvas e Enchentes já apontava a ocupação indevida de áreas de alagamento ou do leito ampliado dos rios e córregos como uma das causas das enchentes na capital, durante os períodos de fortes chuvas.

Veja também: Escola da zona oeste de SP reabre um mês após danos com chuvas

O Comitê, presidido pelo vereador Gilberto Natalini, também orientava que "é urgente a adoção, pelas autoridades municipais, de medidas para reprimir o desmatamento ilegal, a ocupação irregular ou exploração criminosa de áreas de proteção ambiental em locais como zonas norte e noroeste (Serra da Cantareira), zona leste (Itaim e São Mateus), zona sul (M'Boi Mirim, Grajaú e Parelheiros)".

Últimas