"Galã" do crime ostentava vida luxuosa antes de ser preso em SP

Tiago Tadeu Faria, de 35 anos, é apontado pela polícia como o responsável por ao menos cinco grandes assaltos a bancos em cidades do interior

Tiago posava ao lado de carros luxuosos em fotos do seu perfil

Tiago posava ao lado de carros luxuosos em fotos do seu perfil

Reprodução/Record TV

Tiago Tadeu Faria, de 35 anos, apontado como o responsável por ao menos cinco grandes assaltos a bancos em cidades do interior do estado, ostentava uma vida luxuosa em suas redes sociais antes de ser preso.

Tiago invadiu a apuração das escolas de samba em 2012

Tiago invadiu a apuração das escolas de samba em 2012

Reprodução/Record TV

Apelidado de “Gianecchini do crime”, Tiago posava com carros de luxo e com armas. Em uma das fotos, o criminoso aparece encostado em um carro do modelo Evoque da Range Rover, que custa a partir de R$ 300 mil.

Tiago teria atuado nos dois ataques a bancos em Botucatu em julho deste ano. O criminoso também ganhou destaque em 2012 ao invadir a apuração das escolas de samba do Carnaval de São Paulo e rasgar as notas dos jurados.

A prisão de Faria foi uma ação da 5ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo a Bancos) que acompanhava a investigação dos ataques com explosivos nas agências do Banco do Brasil de Ourinhos e Botucatu, no interior de São Paulo.

O homem também é suspeito de ter participado de explosões do Banco do Brasil no Rio Grande do Norte em 2017, e da Caixa Econômica Federal em 2018, além do roubo ao Bradesco no município de Iacanga, em 2016.