São Paulo Governador de SP convida apps para reunião após latrocínio cometido por falso entregador 

Governador de SP convida apps para reunião após latrocínio cometido por falso entregador 

Flagrantes de bandidos com mochilas de apps têm crescido na capital. Jovem de 20 anos morreu em episódio nesta segunda (25)

  • São Paulo | Do R7

Governador vai anunciar uma série de ações policiais em maio para diminuir criminalidade

Governador vai anunciar uma série de ações policiais em maio para diminuir criminalidade

Reprodução

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), anunciou durante evento nesta terça-feira (26) que convidará representantes de aplicativos de entrega para reunião com o objetivo de reduzir o número de crimes cometidos por bandidos que usam mochilas das plataformas. O último caso aconteceu na noite desta segunda-feira (25) e acabou com o latrocínio de um jovem de 20 anos.  

"Estou convidando todos os aplicativos, Ifood e Rappi, para que eles possam nos ajudar no combate à criminalidade. Não adianta apenas nós termos um novo momento na sociedade e achar que a própria polícia vai resolver tudo", disse o governador. "Eu quero, sim, o apoio desses aplicativos, para juntos a gente entender e compreender como vivem esses operadores dos aplicativos e também para separar o joio do trigo nesse momento." 

O governador também afirmou que vai anunciar novas operações policiais que, além de combaterem outros crimes, focarão os bandidos que se disfarçam de entregadores de aplicativos. O anúncio acompanha a troca dos comandos das Polícias Civil e Militar, justificada pelo governador para "renovar" os investimentos em segurança pública. 

O número de roubos e furtos disparou na cidade de São Paulo em 2022, de acordo com dados da SSP (Secretaria de Segurança Pública) de São Paulo. Apenas em março houve um aumento de 25% no registro de roubos em relação ao mesmo mês do ano passado — crescimento de 9.548 casos, em 2021, para 11.937, em 2022.

Últimas