São Paulo Mecânico mantém namorada em cárcere privado na Grande SP

Mecânico mantém namorada em cárcere privado na Grande SP

Depois da vítima gritar por socorro, o GATE foi acionado e tomou à frente das negociações, que durou por cerca de quatro horas em Taboão da Serra

  • São Paulo | Edilson Muniz, da Agência Record

Homem manteve namorada presa em casa após agredi-la

Homem manteve namorada presa em casa após agredi-la

Reprodução Redes Sociais

Um homem manteve a namorada em cárcere privado dentro de uma residência no bairro do Jardim Maria Rosa, em Taboão da Serra, região metropolitana de São Paulo por volta das 23h00 deste sábado (12).

Leia também: PMs acusados de morte de vendedor em Osasco (SP) são absolvidos

De acordo com informaçõe da Polícia Militar, o casal estava em uma confraternização na casa do namorado, de 30 anos, e acabaram discutindo. Após o término da festa, ficaram apenas ele e a namorada, de 29. Ele teria a agredido e não a teria deixado sair.

Depois da vítima gritar por socorro, o GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais) foi acionado e tomou à frente das negociações, que duraram cerca de quatro horas, quando agentes conseguiram entrar na residência e conter o agressor. A mulher foi liberada aparentemente sem ferimentos.

O agressor teria alegado que "aquilo era apenas uma discussão de casal" e que eles iriam se resolver sem a presença das forças policiais. O homem trabalha como mecânico de motocicletas e não tem passagens pela polícia.

O suspeito foi conduzido ao pronto socorro do Hospital Antena e, posteriormente, encaminhado ao 1° DP de Taboão da Serra, onde a ocorrência foi registrada como violência doméstica, cárcere, lesão e ameaça.

Últimas