Motorista de caminhão é engolido por cratera em rodovia de Botucatu 

Na cidade, foram contabilizados 80 desabrigados, 27 desalojados e um casal está desaparecido. Cerca de 10 casas foram interditadas

Caminhão bate em carro prata em rodovia Marechal Rondon, no estado de SP

Caminhão bate em carro prata em rodovia Marechal Rondon, no estado de SP

Reprodução Record TV

Um motorista de caminhão foi engolido por uma cratera em uma rodovia do interior de São Paulo após fortes chuvas terem atingidos diferentes regiões. Em todo o Estado, até o momento, foram contabilizados 142 desabrigados e 516 desalojados. Em Botucatu, foram contabilizados 80 desabrigados e 27 desalojados.

Leia mais: Ceagesp segue fechada e vê risco de desabastecimento na Grande SP

A morte ocorreu no quilômetro 258 da rodovia Marechal Rondon. A suspeita é de que uma represa próxima ao local tenha transbordado por não ter suportado o volume de chuvas. A água foi para um rio próximo, que passa por baixo de uma tubulação, que por sua vez, não suportou o volume de água.

Leia mais: Comércio vê impacto maior de 'dia perdido' por chuva em mês fraco

Houve, então um forte solapamento e terra a assalto foram engolidos pela cratera. O caminhão estava próximo a um carro prata que passava por perto. O veículo foi encontrado ontem próximo à cratera que se abriu. O corpo do motorista também foi localizado na região. Bombeiros chegaram a ver o caminhão engolido pela cratera. 

Botucatui foi uma das cidades mais castigadas. Cerca de 10 casas foram interditadas e um carro foi arrastados pelas chuvas com um casal, em Vitoriana.  Até o momento, os municípios de Botucatu, Laranjal Paulista e Taboão da Serra decretaram situação de emergência.

Leia mais: Prefeitura de São Paulo usou 55% da verba de saneamento durante 2019

Os municípios de Andradina, Salto, Santa Cruz da Esperança mantém a situação de emergência decretada no início da semana passada. As cidades de Jaú, Sorocaba, Mairinquie e Marília também sentiram os efeitos das chuvas.