Operação da polícia mira grupo que deu golpe de R$ 14 mi com cartões

Segundo investigações, integrantes da organização tiveram acesso a 21 mil dados de clientes. Ações ocorrem em pelo menos oito cidades de SP

Investigação aponta que grupo teve acesso a 21 mil dados de clientes

Investigação aponta que grupo teve acesso a 21 mil dados de clientes

Jornal Opção

Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) cumprem na manhã desta segunda-feira (16) sete mandados de prisão e outros 17 mandados de busca e apreensão em uma operação para demontar um grupo que aplicava golpes com cartões de crédito. 

Leia mais: Policia Civil faz operação contra golpe com cartões de crédito

Os prejuízos superam R$ 14 milhões. As ações ocorrem na cidades de Guarulhos, Poá e Suzano, na Grande São Paulo, São José dos Campos, no Vale do Paraíba, São Vicente e Praia Grande, no Litoral.

A operação faz parte de uma apuração desenvolvida por policiais da 6ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Facções Criminosas). O trabalho vem sendo realizado desde abril e conseguiu identificar um esquema de utilização de clonagem de cartões de crédito.

O levantamento apontou que os integrantes dessa organização tiveram acesso a 21 mil dados de clientes.

Leia mais: Golpes com cartão de crédito fazem 28 mil vítimas por dia no Brasil

As informações permitiram simular transações financeiras. Os golpistas criavam empresas fictícias onde utilizavam os cartões de crédito como se fossem clientes. Dessa maneira recebiam os valores em contas correntes. Depois desapareciam.

As fraudes atingiram principalmente as empresas responsáveis por intermediar compras e vendas pela Internet. Os envolvidos respondem pelos crimes de estelionato e furto qualificado.