São Paulo Prefeito de Ilhabela (SP) é afastado após operação da Polícia Federal

Prefeito de Ilhabela (SP) é afastado após operação da Polícia Federal

Ação mira combater crimes de fraude à licitação, superfaturamento de preços, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa

Foram 21 mandados de busca e apreensão, segundo a PF

Foram 21 mandados de busca e apreensão, segundo a PF

Divulgação

O prefeito de Ilhabela, Márcio Batista Tenório (PMDB) foi afastado de sua função após a PF (Polícia Federal) realizar, na manhã desta terça-feira (14), uma operação para combater crimes de fraude à licitação, superfaturamento de preços, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa, em São Sebastião, litoral de São Paulo.

Veja mais: PF faz operação contra fraudes em programas de agricultura familiar

Na Operação Prelúdio II, a polícia cumpriu 21 mandados de busca, três de prisão preventiva, seis de afastamento da função pública  e um de medida cautelar diferente da prisão.

Leia também: PF inicia operação que combate crimes previdenciários

De acordo com as autoridades, a investigação mirou irregularidades em diversos contratos de obras públicas em São Sebastião. Segundo a polícia, uma empresa contratada para processar resíduos de podas e folhas e para a construção civil, transferia parte dos pagamentos recebidos pela execução do contrato à conta corrente de um laranja, que repassava o dinheiro a um agente público, responsável pela fiscalização do contrato.