Rios Pinheiros e Tietê transbordam e as marginais param em SP

Segundo a CET, são diversos trechos com alagamentos, o que não permite a passagem de carros e caminhões. Quem puder, deve evitar sair de casa 

Rio Pinheiros transbordou e água com lama invadiu as pistas nos dois sentidos

Rio Pinheiros transbordou e água com lama invadiu as pistas nos dois sentidos

Reprodução Record TV

Os rios Pinheiros e Tietê transbordaram após as fortes chuvas que começaram ainda na noite deste domingo (9). Há diversos trechos onde o motorista não consegue avançar na manhã desta segunda-feira (10). Por isso a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) suspendeu o rodízio de veículos durante todo o dia nesta segunda-feira (10).

Leia mais: Bombeiros orientam população de São Paulo a não sair de casa

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), na Marginal Tietê o trânsito está interditado na ponte das Bandeiras nos dois sentidos, o mesmo acontece na ponte do Limão. Nas pontes Freguesia do Ó, Casa Verde, Presidente Dutra e Tatuapé, a pista sentido Castelo Branco está alagada.

Já na ponte dos Remédios, Piqueri, Atílio Fontana, a interdição é no sentido Ayrton Senna. Situação muito complicada na zona oeste de São Paulo. Na ponte do Jaguaré, o trânsito é intransitável nos dois sentidos. A avenida Doutor Gastão Vidigal está tomada pela água.

Veja também: Temporal em São Paulo deixa homem ilhado na zona oeste

Na Marginal Pinheiros, a ponte Cidade Jardim tem o trânsito bloqueado sentido Castelo Branco. Pela pista expressa, o motorista passa com muita dificuldade. Na ponte Bernardo Goldfarb, há alagamento no sentido Castelo pela pista local. 

A CET montou um desvio pela pista local da Marginal Pinheiros e os veículos são direcionados para a avenida Jornalista Roberto Marinho. A partir deste ponto, o motorista consegue acessar o corredor norte-sul e a avenida Santo Amaro, como alternativas. 

Leia ainda: Em estado de atenção para chuva, SP tem mais de 70 pontos alagados

A cidade de São Paulo tem agora 88 quilômetros de congestionamento. O pior ponto é a Marginal Tietê sentido Castelo Branco, com mais de 10 quilômetros de filas.