São Paulo Roubo em Guarulhos: funcionários de empresas aéreas são ouvidos

Roubo em Guarulhos: funcionários de empresas aéreas são ouvidos

Na tarde de quinta (25), um grupo composto por 10 pessoas roubou 718,9 kg de ouro do Terminal de Carga e Exportação do principal aeroporto do país

Roubo em Guarulhos: funcionários de empresas aéreas são ouvidos

Veículos utilizados durante o roubo foram apreendidos

Veículos utilizados durante o roubo foram apreendidos

Fabíola Perez/R7

A Polícia Civil de São Paulo convocou funcionários de duas empresas aéreas para prestarem esclarecimentos no inquérito que apura o roubo de carga de 718,9 kg de ouro, no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Cerca de 13 pessoas foram ouvidas.

Na tarde de quinta (25), um grupo composto por 10 pessoas roubou 718,9 kg de ouro do Terminal de Carga e Exportação. A ação, que levou menos de três minutos, não deixou feridos e nenhum tiro foi disparado.

Leia mais: Roubo em Guarulhos: entenda como suspeitos levaram 718,9 kg de ouro

Até o momento, três pessoas foram presas. O primeiro foi o aeroviário Peterson Patrício, que teve prisão decretada na noite de sábado (27). No dia seguinte, o órgão prendeu outro envolvido e, na madrugada de segunda-feira (29), um homem foi autuado em flagrante por posse de munição de calibre de uso restrito – ele estava portando carregador de fuzil contendo 31 projéteis calibre 7,62mm. Segundo as autoridades policiais, sua participação se deu no oferecimento de logística para o transbordo da carga para outros veículos. Quatro veículos usados durante a ação foram apreendidos.

Veja também: MP-SP vai investigar roubo de 720 quilos de ouro em Guarulhos

Em nota, o DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais) informou que “qualquer outro detalhe sobre as apurações deverá acontecer em momento oportuno”. O procedimento, segundo o órgão, visa preservar a investigação e evitar desvios na linha de trabalho.