São Paulo SP tem arrastão no centro após operação de limpeza na Cracolândia

SP tem arrastão no centro após operação de limpeza na Cracolândia

Tumultuo ocorreu nesta terça-feira (8), após a retirada de moradores de rua e dependentes químicos nas avenidas Duque de Caxias e Rio Branco

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record

Uma operação limpeza da Prefeitura de São Paulo na Cracolândia, região central da cidade, na tarde desta terça-feira (8), terminou em arrastões a motoristas e pedestres praticados por dependentes químicos revoltados com a ação do poder público. A ação assustou também moradores e comerciantes da região, que baixaram as portas. 

Leia também: SP tem um chamado de queda de árvore a cada 2 minutos nesta terça

Carro depredado durante arrastão

Carro depredado durante arrastão

Reprodução

Motoristas também tiveram os carros depredados durante o tumulto, ocorrido no cruzamento das avenidas Rio Branco e Duque de Caxias. Com pedaços de madeira, caixotes e até cadeiras, os usuários cercavam os carros no meio da rua.

Um dos veículos teve os vidros quebrados. Uma caminhonete teve a carga saqueada. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), as duas vias foram bloqueadas nos dois sentidos.

De acordo com a Polícia Militar , nesta tarde, equipes da prefeitura foram realizar a limpeza usual da região, com o apoio da GCM (Guarda Civil Metropolitana), quando alguns dependentes químicos se revoltaram. 

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública afirmou que "imediatamente foi acionado o plano de contingência e tropas da Força Tática, Baep, Cavalaria e do patrulhamento de área reforçaram o policiamento no local. Após a chegada da PM, a situação foi controlada e a ordem foi restabelecida. No momento, o policiamento segue reforçado na região", informou a pasta.

Dependentes químicos atacam carros e pessoas na Cracolândia (SP); veja:

Por volta das 13h, o Batalhão da Polícia Militar, localizado no Largo Coração de Jesus, foi apedrejado pelos usuários, enquanto outros se espalharam pela avenida Rio Branco.

Uma moradora da região, que preferiu não se identificar por segurança, disse ao R7 que ouviu de uma vizinha o relato de andarilhos atacando os policiais militares com pedradas que atingiram seus escudos. "Eles estavam jogando paus e pedras nos escudos. Disse [a vizinha] que eles estão loucos hoje. Não sabe o que aconteceu."

Veja também: Temporal provoca queda de granizo e alagamentos em São Paulo

Ataque a veículos no meio da rua no centro de SP

Ataque a veículos no meio da rua no centro de SP

Reprodução

A Secretaria Municipal de Segurança Urbana informou que, nesta tarde, a concentração de dependentes químicos da região da Luz, foi deslocada da rua Dino Bueno para a alameda Cleveland por causa do aumento do tráfego de caminhões para retirar material de demolição "em função das intervenções no local". Segundo a secretaria, "a ação foi informada e combinada previamente na manhã desta terça-feira (8/12)".

Leia também: Cratera se forma após rompimento de adutora em Santo Amaro

De tarde, a GCM iniciou a operação e a mudança estava ocorrendo com normalidade. "Um grupo de frequentadores, no entanto, começou agredir GCMs com pedras, paus e outros objetos. A  reação teve de ser contida para preservar a segurança de todos na região", diz o órgão, em nota.

Morador do centro de SP flagra arrastão a motoristas na região da Cracolândia

Morador do centro de SP flagra arrastão a motoristas na região da Cracolândia

Reprodução/Record TV

Ainda segundo a secretaria, a GCM faz três intervenções diárias acompanhando a zeladoria na região da Luz para proteger agentes públicos e garantir os serviços de coleta de lixo e limpeza das ruas.

Um vídeo feito por um morador da região — e obtido pela Record TV — flagrou mais uma cena de violência contra motoristas e pedestres durante a operação na Cracolândia.

Segundo a polícia, o tumulto começou após os guardas civis municipais pedirem que alguns moradores de rua saíssem do local e fossem até a praça Princesa Isabel, nas proximidades. Até o momento, nenhum suspeito foi localizado, não houve feridos na ação e as vítimas também não foram identificadas.

Veja também: Prefeitura paga renda emergencial a 480 mil famílias de SP nesta quarta

A Record TV solicitou uma resposta da Polícia Militar em relação ao vídeo que mostra cinco usuários de drogas atacando um carro na Rua Helvetia. O grupo se aproxima, abre as portas do motorista e passageiro e retira o motorista, de camiseta de cor clara, a força do veículo.

A polícia recebeu alguns chamados nesta tarde para ocorrências de roubo na região. Até o momento, nenhum suspeito foi localizado, não houve feridos na ação e as vítimas também não foram identificadas. 

Últimas