Suspeito de matar família no ABC presta novo depoimento

Polícia ouve Guilherme Ramos da Silva a pedido da defesa um dia antes da reconstituição do crime, que colocará suspeitos frente a frente pela 1ª vez

Vítimas foram encontradas carbonizadas em porta-malas de carro

Vítimas foram encontradas carbonizadas em porta-malas de carro

Reprodução/Record TV

Um dos cinco presos suspeitos de participar da morte da família Gonçalves no ABC Paulista presta novo depoimento à polícia nesta quarta-feira (11). Guilherme Ramos da Silva, de 19 anos, falará acompanhado de seu advogado. Segundo a Record TV, o primeiro depoimento do rapaz foi realizado sem a presença de um defensor.

Leia também: Defesa de suspeitos atribui mortes a nora de família carbonizada no ABC

O depoimento acontece um dia antes da reconstituição do crime, marcada para esta quinta-feira (11), às 9h. A ação vai colocar os suspeitos frente a frente pela primeira vez para esclarecer contradições sobre a morte do casal Romuyuki e Flaviana Gonçalves, de 43 e 40 anos, e do filho mais novo deles, Juan Gonçalves, de 15. Os corpos dos três foram encontrados carbonizados no porta-malas de um carro em chamas em uma área de mata em São Bernardo do Campo no dia 28 de janeiro.

Leia também: Suspeitos de executar família carbonizada no ABC eram vizinhos

Os cinco suspeitos presos são a filha mais velha do casal, Anaflávia Gonçalves, de 24 anos, e a mulher dela, Carina Ramos, de 31, os irmãos Juliano de Oliveira Ramos Jr. e Jonathan Fagundes Ramos e Guilherme, que é vizinho dos dois rapazes. A polícia acredita que o crime foi premeditado. Os suspeitos admitem participação no crime, mas negam envolvimento direto nos assassinatos.