São Paulo Temporal alaga ruas de São Paulo pelo segundo dia consecutivo

Temporal alaga ruas de São Paulo pelo segundo dia consecutivo

Região da Casa Verde, Sé e Ipiranga entraram em estado de alerta após córregos transbordarem. Zona norte da capital foi a mais afetada

  • São Paulo | Do R7

Carros empilhados após serem arrastados em rua da zona norte da capital

Carros empilhados após serem arrastados em rua da zona norte da capital

Agência Record

Pelo segundo dia consecutivo, fortes chuvas atingiram a cidade de São Paulo na tarde desta terça-feira (20). O temporal durou de 14h10 às 16h30 e foi ainda mais intenso do que o registrado na segunda-feira. A zona norte da capital foi a mais prejudicada, com ruas e casas alagadas, vias que viraram rios e imagens de carros empilhados após serem arrastados pela correnteza.

A chuva começou por volta de 14h10, quando as zonas norte e leste e a região da Marginal Tietê entraram em estado de atenção - que às 15h34 abrangia toda cidade. A situação só se normalizou às 16h30.

Neste período, três regiões entraram em estado de alerta: Casa Verde, Sé e Ipiranga, por conta de córregos que transbordaram.

Na Casa Verde, o córrego Mandaqui, na zona norte, transbordou na altura do cruzamento da rua Zilda com a avenida Engenheiro Caetano Álvares, às 15h20. Na Sé, transbordou o córrego Saracura, na avenida 9 de Julho, perto da rua Major Quedinho, às 16h. No mesmo horário, o córrego Ipiranga estava prestes a transbordar na altura do cruzamento da Praça Leonor Kaupa com a avenida Abraão de Morais.

Em Pirituba, na zona norte, choveu granizo às 15h15.

O número de pontos de alagamento chegou a 29 em toda a cidade, 11 deles na zona norte da capital, de acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência). Do total, 17 pontos eram intransitáveis. 

A área mais afetada foi justamente a da Casa Verde, com seis pontos de alagamento, três deles intransitáveis. Um dos pontos estava na  Praça Del Amoroso Neto, próximo à avenida Ordem e Progresso. Outros dois estavam na rua Quirinópolis, nos dois sentidos, na altura da avenida Imirim, e na avenida Inajar de Souza, também nos dois sentidos, próximo à rua Delfim Moreira.

Na avenida Engenheiro Caetano Álvares, carros ficaram empilhados após serem arrastados pelo temporal. Confira as imagens:

Moradores da rua Professora Romilde Nogueira de Sá, uma travessa da avenida Imirim, na zona norte, flagraram a rua tomada pela água. Assista ao vídeo:

Uma casa na rua do Horto, também na zona norte, foi invadida pela água e crianças tiveram que subir em móveis para se protegerem do alagamento. Veja imagens:

De acordo com o Corpo de Bombeiros, até as 17h20, foram registrados 44chamados de enchentes - a maioria na zona norte -, 37 de queda de árvores e três de desabamento.

O temporal atingiu também os municípios de Caieiras, Arujá e Guarulhos, na Região Metropolitana. 

Confira todos os vídeos registrados durante a chuva desta terça-feira (20):

O trânsito na zona norte foi também o mais prejudicado por conta da chuva. A cidade de São Paulo registrava 83 km de congestionamento às 17h20, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), sendo 31 km registrados na zona norte.

Falta de luz

O abastecimento de energia nas zonas norte, leste e central foram os mais afetados pela chuva. De acordo com a concessionária Enel, equipes de campo foram acionadas para atender chamados e restabelecer o fornecimento de energia o mais breve possível.

Ventos

As rajadas de ventos chegaram a atingir 87 km/h no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, às 14h16. No aeroporto de Congonhas, na zona sul, a velocidade chegou a 60km/h, às 16h. No Campo de Marte, na zona norte, os ventos atingiram 37 km/h às 15h, segundo o CGE.

Previsão

A previsão é de chuva também na quarta-feira (21). O dia começa com sol e temperatura em elevação. Ao longo da tarde, as nuvens aumentam e há possibildiade de chuvas fracas e isoladas. A noite terá céu encoberto e chuviscos. A temperatura mínima prevista é de 18°C e a máxima, de 26°C.

A quinta-feira (22) será de céu nublado e garoa de noite e de madrugada. A mínima deve ficar em 17°C e a máxima em 25°C.

Últimas