São Paulo Trabalhos de remoção de caixa d'agua que desabou são retomados

Trabalhos de remoção de caixa d'agua que desabou são retomados

Retirada foi paralisada na sexta (11) e voltou a ser feita nesta segunda (14) em Diadema (SP) após suspensão de registro do engenheiro responsável

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Os trabalhos de retirada de uma caixa d'água que desabou no dia 23 de agosto em Diadema, na Região Metropolitana de São Paulo, foram retomados nesta segunda-feira (14).

Segundo a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), os trabalhos estavam suspensos desde sexta-feira (11), pois o engenheiro técnico responsável do consórcio Nor Brasil - TPD estava com o registro no CREA (Consleho Regional de Engenharia e Agronomia) suspenso em razão do acidente.

O consórcio providenciou a substituição do funcionário e, assim, obteve a liberação dos serviços de demolição.

Acidente ocorreu durante a demolição da caixa d'água

Acidente ocorreu durante a demolição da caixa d'água

Antonio Cicero / Photo Press / Folhapress - 24.08.2020

O acidente ocorreu enquanto a caixa d'água estava sendo demolida e caiu sobre a avenida Afonso Monteiro da Cruz, no bairro Serraria. Ninguém ficou ferido.

Nas imagens que flagraram a queda da estrutura cilíndrica, é possível ver quando parte do concreto cai e, na sequência, a caixa rola sobre ao menos dois carros e um muro arrastando terra. A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) assumiu a responsabilidade e afirmou que indenizaria os proprietários dos veículos.

A Prefeitura de Diadema informou que a obra estava paralisada desde o dia 4 de maio por conta de irregularidades. A empresa Nor Brasil TPD, contratada pela CDHU, retomou a demolição das caixas d'água sem a apresentação de um alvará ou autorização da Prefeitura.

Últimas