São Paulo Vídeo: Itapecerica da Serra vive onda de sequestros-relâmpago, e moradores pedem policiamento

Vídeo: Itapecerica da Serra vive onda de sequestros-relâmpago, e moradores pedem policiamento

Com imagens de câmeras de segurança é possível observar que os crimes parecem ser cometidos sempre pelas mesmas pessoas

A cidade de Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo, tem vivido uma onda de sequestros-relâmpago que apavoram os moradores. Vídeos enviados ao R7 mostram que as vítimas são abordadas com frequência e em situações semelhantes. Apesar dos boletins de ocorrência, há pouco policiamento na região, segundo os moradores.

Na última quarta-feira (1°), um casal de comerciantes foi sequestrado na estrada dos Andrades, no bairro Lagoa. Os três assaltantes fizeram ameaças, roubaram os celulares, carro e cartões bancários das vítimas. Após algumas horas, os sequestradores abandonaram o casal na estrada dos Francos. 

A GCM (Guarda Civil Municipal) foi acionada e se encontrou com o casal na via. Segundo o guarda que atendeu a ocorrência, ambos estavam muito emocionados e com medo. As vítimas ressaltaram que os assaltantes usavam um veículo Renault Sandero branco. A presença deste mesmo carro foi observada em outros crimes.

Moradores enviaram vídeos à reportagem que mostram a ação dos criminosos. Com o carro, eles impedem que a vítima passe na rua. Na sequência, dois deles saem e vão na direção da pessoa e o terceiro segue conduzindo o veículo.

Carro branco costuma ser visto em abordagens

Carro branco costuma ser visto em abordagens

Reprodução

Os criminosos ameaçam as vítimas e as levam para um cativeiro. Segundo uma moradora, um colega dela foi sequestrado e levado a um cativeiro "horrível". Lá, o grupo espancou o homem e o obrigou a fazer transferências bancárias. 

"Isso está sendo recorrente aqui, só os que eu fiquei sabendo, nas últimas três semanas, cerca de quatro moradores foram sequestrados. Eles vivem cenas de terror", contou a mulher que preferiu não se identificar por segurança.

Abordagens agressivas de motociclista

Motociclistas também abordam vítimas

Motociclistas também abordam vítimas

Reprodução

Além dos sequestros-relâmpago, as câmeras de segurança dos imóveis na região ainda registram casos de assalto. Nos vídeos, é possível ver um motociclista abordando agressivamente a vítima e arrancando seu celular.

"A gente não aguenta mais, temos medo de sair de casa e vimos que, infelizmente, só denunciar não resolve", opiniou a mulher.

Pedido de policiamento

Ainda segundo a moradora, o policiamento na região está precário, apesar das denúncias. "Eu até vejo a polícia passando por aqui à tarde, mas à noite, que é quando esses criminosos costumam agir, aqui fica deserto", afirma.

A mulher conta, ainda, que os moradores pretendem fazer um movimento para que a polícia aumente a segurança na região.

Polícia

A SSP (Secretaria da Segurança Pública) informou que a Polícia Civil de Taboão da Serra informou que o delegado responsável pela região está atento aos fatos apresentados. Recentemente a autoridade policial entrou em contato com os moradores do bairro no sentido de conscientizá-los sobre a necessidade do registro do boletim de ocorrência para a devidas investigações e esclarecimento dos fatos.

"As forças de segurança paulistas estão empenhadas diuturnamente no combate a todas as modalidades criminosas, incluindo a extorsão – independentemente do meio em que aconteça. Paralelamente, há a 'Operação Impacto', que reforçou o efetivo da Polícia Militar nas ruas. Até 25 de fevereiro deste ano, foram 10.553 pessoas detidas, 17,2 toneladas de drogas apreendidas e 1,8 mil veículos recuperados durante a ação, em todo o Estado", informou 

*Colaborou Gabrielle Pedro, do R7

Aquaman, Galo, Filé com Fritas, Colorido: confira os apelidos atribuídos a integrantes do PCC

Últimas