Saúde “Esperar sentir sede para beber água não é ideal”, diz especialista

“Esperar sentir sede para beber água não é ideal”, diz especialista

No Dia Mundial da Água, médico dá dicas de como manter o corpo hidratado

“Esperar sentir sede para beber água não é ideal”, diz especialista

Beber um copo de água por hora pode prevenir doenças

Beber um copo de água por hora pode prevenir doenças

Getty Images

A água é o principal componente do nosso organismo, respondendo por 60% do peso corporal. Em bebês e crianças, essa porcentagem é ainda mais elevada, por isso a importância de sempre hidratar o corpo. No Dia Mundial da Água, celebrado hoje (22), o dr. Antonio Herbert Lancha Junior, professor-titular de Nutrição da USP (Universidade de São Paulo), cita os benefícios  do líquido.

— A importância da hidratação vai além da questão da pele, do sistema imune ou da quebra de gordura, interfere na capacidade de processamento de informação.

Saiba como tornar sua saúde melhor bebendo a água certa na quantidade ideal

O médico explica que a desidratação compromete a cognição, ou seja, o desempenho das atividades intelectuais do dia a dia, deixa o organismo mais vulnerável a infecções oportunistas, como gripes e resfriados, e prejudica o processo de emagrecimento.

— Sem água o organismo reduz sua capacidade de quebrar gordura. Além disso, a desidratação faz a pessoa perder peso em água e isso a deixa mais cansada.

Beber água facilita o emagrecimento

Como os tecidos do nosso corpo que contêm mais água são músculo, pele, vísceras e sangue, o Dr. Lancha avisa que todas as bebidas hidratam, inclusive as que contêm açúcar e/ou carboidrato.

— Quando consumimos um isotônico, por exemplo, estamos ingerindo água, sal e glicose. A água e o sal ajudam a manter a água no sangue e no espaço fora das células, enquanto a glicose é importante para manter o carboidrato dentro do músculo.

O médico acrescenta que é importante beber água o dia inteiro e não apenas quando se tem sede. Segundo ele, “a hidratação é muito mais do que simplesmente tomar um copo d’água, a reposição deve ser permanente”.

O Ministério da Saúde recomenda a ingestão de 2,5 litros de água ao dia. Se dividirmos essa quantidade por 12 horas, é recomendado beber um copo de líquido por hora (200 ml).

— Mas, quando o gasto calórico aumenta por algum motivo, prática de atividade física, por exemplo, é necessário compensar, caso contrário o corpo vai acusar essa baixa quantidade de água. Já em lugares com altas temperaturas, que a perda de água pelo suor é maior, a necessidade de ingestão de líquido também aumenta.

Mito ou verdade

Ao contrário do que se acredita, segundo o dr. Lancha, não é a falta de potássio a principal responsável pela cãibra, mas sim a falta de água e carboidrato no interior das células do tecido muscular.

— A água dentro da célula é essencial para a contração e o relaxamento do músculo. Sem água esses movimentos musculares ficam comprometidos.

O ambiente climatizado também resseca o corpo, por isso as pessoas que passam o dia em local com ar condicionado devem consumir bastante líquido.

— No estado de hipohidratação (pouco hidratado), a mucosa tem sua espessura diminuída e com isso ficamos mais vulneráveis a todos os tipos de infecção propagados pelo ar. Se alguma bactéria ou vírus conseguir atravessar a membrana, por causa da fragilidade da mucosa, são grandes as chances do indivíduo desenvolver uma doença.