Tecnologia e Ciência Em nova demonstração, robô bípede ajuda operários em um canteiro de obras simulado

Em nova demonstração, robô bípede ajuda operários em um canteiro de obras simulado

A empresa Boston Dynamics é a responsável pelo desenvolvimento do Atlas que segue em pesquisas e expansão

Resumindo a Notícia

  • Um vídeo da Boston Dynamics mostrou um robô ajudando funcionários da construção civil
  • Na gravação, o dispositivo manipula objetos e ajuda os pedreiros
  • O líder do projeto ressalta que o vídeo é uma mostra da expansão do uso de robôs
O robô foi colocado em uma simulação de 
canteiro de obra

O robô foi colocado em uma simulação de canteiro de obra

Reprodução/YouTube/Boston Dynamics

Nesta quarta-feira (18), a Boston Dynamics compartilhou um vídeo que mostrou o protótipo de robô bípede Atlas em funcionamento. As imagens mostram o robô manuzeando objetos em um simulação de canteiro de obras, a fim de testar o funcionamento da máquina nesse tipo de ambiente.

A Boston Dynamics é uma empresa america de engenharia robótica responsável pela criação e desenvolvimento de robôs. O líder da equipe do projeto, Scott Kuindersma, explicou que a intenção do vídeo é demonstrar a expansão da pesquisa feita em cima da máquina.

Ele destaca ainda que o vídeo é claramente planejado e não mostra os erros ou quedas no meio do processo.

Em uma nova dinâmica, o robô bípede foi colocado para trabalhar em um canteiro de obras simulado: Atlas auxilia no carregamento de bolsas repletas de ferramentas para auxiliar o humano que faz o trabalho.

“Não estamos apenas pensando em como fazer o robô se mover dinamicamente pelo ambiente, como fizemos nas demonstrações de parkour e dança. Agora, colocamos Atlas em situações onde ele precisa 'pensar' em como o robô deve ser capaz de perceber e manipular objetos em seu ambiente", explica Kuindersma ao site The Verge.

É a primeira vez que a empresa demonstra como o Atlas pode funcionar em situações práticas de trabalho. Kuindersma revela ainda que o fato de ser um robô bípede e bimanual, o torna capaz de realizar diversas tarefas que outros robôs não conseguem, como Stretch e Spot (o famoso robô-cachorro), que são outros realmente vendidos pela empresa.

"O sonho dos humanóides é que eles sejam capazes de fazer todas as coisas que fazemos, certo? Um robô humanóide será adequado para aplicações como manufatura, trabalho em fábrica, construções", ressalta Kuindersma.

LEIA TAMBÉM: EUA vão usar cachorros-robôs para patrulhar fronteira com o México

Últimas