Itália multa Amazon em mais de 6 bilhões de reais 

Grupo americano é acusado de abuso de posição dominante por discriminar vendedores que não utilizavam seu serviço de logística

AFP
Logotipo da Amazon em instalações da empresa na Itália

Logotipo da Amazon em instalações da empresa na Itália

Marco Bertorello/AFP - 22.03.2021

A agência de controle da concorrência da Itália multou a Amazon em 1,128 bilhão de euros (6,952 bilhões de reais) por abuso de posição dominante ao discriminar os vendedores que não utilizavam seu serviço de logística. 

"A Amazon prejudicou operadores concorrentes no serviço de logística de comércio eletrônico", afirmou o organismo italiano em um comunicado.

O grupo americano de vendas online já havia sido multado em novembro em 68,7 milhões de euros (434,1 milhões de reais) por infringir as normas de concorrência ao restringir o acesso à plataforma Amazon a determinados revendedores da Apple.

O comportamento é ainda mais grave, segundo a agência de concorrência italiana, porque "ao menos 70% das compras de produtos eletrônicos de consumo no país" são feitas na Amazon.

A posição dominante da Amazon no mercado italiano "permitiu favorecer seu próprio serviço logístico (...) para os vendedores ativos na plataforma Amazon.it, em detrimento dos operadores concorrentes", afirmou a autoridade italiana. 

Os países da União Europeia intensificaram nos últimos meses as sanções financeiras contra grandes empresas do setor digital dos Estados Unidos e da China. 

Em novembro, uma comissão do Parlamento Europeu aprovou um projeto de regulamentação de mercados digitais (DMA) para tentar acabar com o abuso de poder dos gigantes do setor.

Últimas